Todos os post de

WebMaster Comunidade Fidelidade

Célula Amigos pele fé – Vila Nova – Diadema – Segundas às 19h30

Por | CELULAS ENDERECO

A Célula Amigos pela Fé se reúne todas as segundas feiras às 19h30.

Lideres: Rosemeire Lopes – Maria Gorete e João Moreira

Local: Passagem Estádio Caio Martins – Vila Nova – Diadema.

PARTICIPE DAS CÉLULAS

Gostaria de Participar? Entre em contato conosco pelo formulário. Coloque qual célula mais próxima que gostaria de visitar e deixe seus contatos que o Líder da Célula retornará a você! Visite Nossas Grandes Células! Todos 1º Sábado do Mês as 19h00 no Salão São João Paulo II – Rua Giuseppe Venturini, 180 – Batistini – SBC – SP

A Missa das Células acontece todos os primeiros domingos do Mês às 18h00 na Paróquia Santo Antônio do Bairro Batistini.

Roteiro – Colhemos o que plantamos – 14 a 20 de agosto

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Líder, incentive e participe do Grupo Parusia de Oração!

(Relembrar e pedir se fizeram o evangelismo da Semana anterior)

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 14 a 20 de Agosto

,==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS

Roteiro – Crescendo na Fé – 06 a 13 de Agosto

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Líder, incentive e participe do Grupo Parusia de Oração!

(Relembrar e pedir se fizeram o evangelismo da Semana anterior)

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 07 a 13 de Agosto

Novo Livreto de Musicas para Célula – Musicas para Célula Livreto

==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS

Roteiro – A benção do perdão – 31 de Julho a 6 de Agosto

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Líder, incentive e participe do Grupo Parusia de Oração!

(Relembrar e pedir se fizeram o evangelismo da Semana anterior)

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 31 de Julho a 6 de Agosto

Novo Livreto de Musicas para Célula – Musicas para Célula Livreto

==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS

Célula da Benção – Batistini – Terças as 19h30

Por | CELULAS ENDERECO

A Célula da Benção se reúne todas as terças feiras às 19h30.

Lideres: Regiane / Daniel / Rosiene – profdanielfidelidade@gmail.com

Local:  Viela vianinha, Batistini – SBC – SP.

PARTICIPE DAS CÉLULAS

Gostaria de Participar? Entre em contato conosco pelo formulário. Coloque qual célula mais próxima que gostaria de visitar e deixe seus contatos que o Líder da Célula retornará a você! Visite Nossas Grandes Células! Todos 1º Sábado do Mês as 19h00 no Salão São João Paulo II – Rua Giuseppe Venturini, 180 – Batistini – SBC – SP

A Missa das Células acontece todos os primeiros domingos do Mês às 18h00 na Paróquia Santo Antônio do Bairro Batistini.

Fale com Ele – Artigo de Dom Pedro Carlos Cipollini

Por | PALAVRA DA IGREJA

Na crise que estamos vivendo, muito se ouve dizer: “só por Deus”. Só por Deus mesmo podemos superar tantos obstáculos. Obstáculos que pessoas egoístas e sem escrúpulos arrumaram para o Brasil. Na situação que estamos não podemos perder a esperança. Neste sentido a oração é a grande força. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convocou um dia de oração por nossa Pátria. Vamos prolongar este dia enquanto não conseguirmos dias melhores.

O livro Grande Sertão – Veredas -romance de Guimarães Rosa-, é admirável por vários motivos. A mim chama atenção a questão teológica que perpassa a obra. Refiro-me ao constante questionamento sobre o mistério de Deus e a existência do mal.

Alguns trechos são memoráveis, como por exemplo, “com Deus existindo, tudo dá esperança: sempre um milagre é possível, o mundo se resolve. Mas, se não tem Deus, há-de a gente perdidos no vai-vem, e a vida é burra. É o aberto perigo das grandes e pequenas horas, não se podendo facilitar – é todos contra os acasos. Tendo Deus, é menos grave se descuidar um pouquinho, pois no fim dá certo. Mas, se não tem Deus, então, a gente não tem licença de coisa nenhuma!… Deus existe mesmo quando não há. Mas o demônio não precisa existir para haver – a gente sabendo que ele não existe, aí é que ele toma conta de tudo”. (Ed. Nova Fronteira, 36ª Ed. p. 48).

E posto que em meio ao “mistério da iniquidade”, como chama São Paulo ao problema do mal no mundo (cf. 2Ts 2,7), existe um Deus criador, fonte da vida e Pai de bondade, revelado por seu filho Jesus Cristo, como viver sem falar com Ele, sem viver para Ele.

O reconhecimento da existência de Deus exige do que se acredita, entrar em contato com Ele e isto é o que se chama oração. Na definição de Teresa D’Ávila, mística espanhola e padroeira dos professores, “orar é falar com alguém que sabemos nos amar”. Orar não é nada complicado, é falar com Deus, pensar nele e abrir seu coração para escutá-lo. O que é preciso é querer falar com Ele e a Ele estar atento.

A oração é preceito essencial de todas as religiões e existe até mesmo em meio aos que dizem não ter religião. Há uma percepção difusa e universal de que a fé e a oração fazem bem para a saúde. Neste sentido é interessante o livro do Dr. Kenneth H. Cooper: “É melhor acreditar”. Esta obra versa sobre a importância da fé para a saúde e a boa forma.

E aqui também, não posso deixar de lembrar o que escreve Guimarães Rosa no mesmo romance que citei acima: “Hem? Hem? O que mais penso, testo e explico; todo-o-mundo é louco. O senhor, eu, nós, as pessoas todas. Por isso é que se carece principalmente de religião; para se desendoidecer, desdoidar. Reza é que sara da loucura. No geral. Isso é que é a salvação-da-alma…(op. Cit.p.8).

Lembro-me dos noticiários dos jornais, quando o Dalai Lama ganhou o prêmio Nobel da Paz. Foram avisá-lo, ele estava em oração. Não queria ser interrompido quando rezava. Assim, foi um dos últimos a saber que tinha ganho o prêmio. Eis um homem que valoriza a oração.

No cristianismo a oração é essencial, é o respiro da alma. O grande orante da Bíblia, que nos ensina a orar é Jesus. Passava noites em oração, rezava e saia tão transfigurado da oração que um dia, seus discípulos pediram que lhes ensinasse a rezar. Jesus ensinou o “Pai Nosso”

Sem a oração a pessoa está paralítica para a corrida do Amor, permanece presa ao chão de tudo aquilo que não é Deus, não pode se realizar. Portanto, reze, fale com Ele, fale com Deus, Ele está interessado em te escutar.

Artigo escrito por Dom Pedro Carlos Cipollini para o Jornal Diário do Grande Abc

Preciso mesmo de um formador pessoal?

Por | FORMAÇÕES, VIDA COMUNITARIA

Sim. Todos os membros de uma Nova Fundação, mesmo os consagrados, precisam de um formador pessoal.

É preciso reconhecer que precisamos de um formador pessoal, pois o formador é a mediação humana, usada pelo Senhor para educar seus filhos. O Deus-Trindade: é o Pai que molda no vocacionado a imagem do Filho Jesus, por meio da ação do Espírito Santo.

A mediação humana do formador

A intervenção divina serve-se da mediação humana. Deus gosta de chegar até a pessoa, portanto, por caminhos e por meio de instrumentos frágeis e limitados, inferiores ao objetivo prefixado e “inúteis”, como diz o mesmo Jesus. É a lógica da encarnação, em que uma pobre carne mortal é chamada a manifestar o mistério divino. É a lei divina da mediação humana.

Mediações comuns e “caseiras”

Por outro lado, Deus não deixa faltar a ninguém o necessário para a salvação e, no nosso caso para a realização do projeto vocacional.

Temos hoje jovens chamados a uma vocação acostumados com o “faça você mesmo” também no campo espiritual.  Jovens tão exigentes em suas pretensões espirituais que não conseguem ficar satisfeitos com as mediações comuns e “caseiras”, ou que chegam a exigir uma tal perfeição e competência de quem os dirige (um pouco como Naaman, o sírio, que ficou decepcionado com as propostas demasiadamente normais do profeta), a ponto de ir buscá-lo ninguém sabe onde.

Uma mediação imperfeita

O jovem deve entender bem cedo, ou de imediato, o que significa formação e eventualmente ser ajudado a se libertar daquelas pretensões ou expectativas. A mediação formativa é, por sua própria natureza, imperfeita. Por outro lado, é com instrumentos normais que Deus normalmente intervém.

É importante que o formador/formadora  não esqueça que é apenas um mediador e não se sobrecarregue com responsabilidades excessivas.

Um modelo para o formador

O modelo ou o padroeiro do formador certamente não pode ser Atlas, que acredita ter que carregar o mundo todo em seus ombros, mas João Batista, aquele que aponta e anuncia um Outro e não atrai os outros para si. Prepara os ânimos para que saibam reconhecer Aquele que há de chegar, não se substituindo a ele; esforça-se para sair de cena para que ele cresça no coração dos seus discípulos.

“Todos os dias, na universidade são-nos ministrados muitíssimos conteúdos. Falta-nos pessoas que nos ajudem a traduzir a doutrina em nossa experiência existencial.” O formador é o “cultivador direto” na vinha do Senhor.

Fonte: Texto base em CENCINE, Amedeu. Os Sentimentos do Filho: Edições Paulinas.

A Cobiça nos relacionamentos fraternos

Por | PARTILHA DO FUNDADOR, VIDA COMUNITARIA

Um consagrado não pode ser inconsciente, tudo deve estar na luz.

Conhecer e assumir o que vivemos com nossos irmãos de sangue é fundamental: vamos defrontar-nos, com a comparação no afeto, com o reconhecimento dado mais a um do que a outro, com o problema das transferências… O lugar que ocupamos no meio dos irmãos é de evidente importância.

É impossível evitar a vivência de movimentos perturbadores, recorrentes, dolorosos. Eles são normais, inevitáveis; trata-se, porém de ultrapassá-los e de aprender a viver um relacionamento bem ordenado, de forma adequada. As feridas vividas no relacionamento entre irmãos permanecem com frequência muito distante, muito longínqua, intimamente escondida, e esse fato torna-se fonte de infecção das mesmas feridas.

A Bíblia está cheia de histórias de irmãos rivais, em que um quer apoderar-se do que pertence ao outro ou ser beneficiário de tudo que é dado ao outro. Caim, cuja oferta não é aceita por Deus como é a de Abel, mata seu irmão(Gn 4,3-8). Jacó, o irmão caçula, logra e engana seu pai Isaac, para apoderar-se da benção reservada a seu irmão Esaú (Gn 27,1-29). Os irmãos de José vêem que seu pai Jacó amava-o mais do que a todos os seus outros filhos e odiaram-no… Terminaram por lançá-lo numa cisterna no deserto. (Gn 37,12-25).

Entramos na consagração de vida com tudo que temos e somos, de fato, na vida secular os relacionamentos são mais autônomos e dispersos, já na vivência fraterna as relações são intensas, assim, mais facilmente sobem as tensões.

Na maioria das vezes ninguém imagina as trevas que carrega dentro de suas profundezas inconscientes em relação aos irmãos. Por isso “sobe”  o ciúme que, até então estava escondido, a competição, a inveja, as murmurações contra o outro e toda espécie de desequilíbrios.

Os discípulos de Jesus não estão isentos da competição: “Sobre o que discutíeis no caminho?” “Ficaram em silêncio porque no caminho vinham discutindo sobre qual era o maior”(Mc 9, 33-34)

A inveja, a competição, o ciúme dos fariseus e dos doutores da lei em relação a Jesus acarretam a sua morte, sendo ele um inocente. Mas Jesus atravessou a morte de tal maneira que matou o ódio (Ef 2,14-16), reintroduzindo definitivamente o amor no mundo.

O primeiro passo para a cura é dar-se conta, acolher a verdade da própria fraqueza e entregar-se nos braços de Deus, só Ele pode curar pela força de sua graça e através dos Sacramentos da Igreja; usufrua dos Sacramentos: confesse, comungue, clame a renovação do Batismo e receberás nas profundezas de sua alma a força para vencer o ciúme, a inveja e todo tipo de vício diabólico que ali possa ter se refugiado. Além disso faça memória dos acontecimentos da infância, adolescência e juventude que envolveram seus irmãos, reconcilie-se com sua história e a cura será verdadeiramente consistente.

Texto base: PACOT, Simone. “A Evangelização das Profundezas”, Editora Santuário.

Roteiro – Em tudo dai graças – 24 a 30 de julho

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Líder, incentive e participe do Grupo Parusia de Oração!

(Relembrar e pedir se fizeram o evangelismo da Semana anterior)

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 24 a 30 de Julho

Novo Livreto de Musicas para Célula – Musicas para Célula Livreto

==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS