Todos os post de

WebMaster Comunidade Fidelidade

Vídeos do 7º Encontro das Famílias! Confira!

Por | DESTAQUES

Confira os Vídeos do Encontro

1º Ensino –  O Amor na Família – Junior e Nalva

2º Ensino – Família de Oração – Beto e Lucia – ECC – TESTEMUNHO – Parte 1

2º Ensino – Família de Oração – Beto e Lucia – ECC – TESTEMUNHO – Parte 2

3º Ensino –  A Espiritualidade na Família – Padre Pedro Mariano

Momento de Adoração

Testemunhos

Encenação Célula Dom Bosco

Roteiro – Acolhida e caridade – 29 Agosto a 04 de Setembro

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Nesta semana Grande Célula!  Líder, incentive e participe!

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 29 a 04 AgoSet.docx

==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS

Download da Tabela Periódica Bíblica = TABELA PERIODICA BIBLICA

Como ler a Bíblia = COMO USAR A BIBLIA

Roteiro – Os propósitos de Deus – 22 a 28 Agosto

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Disto depende a saúde de sua célula. Bom encontro!

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 22 A 28 AGOSTO

 

==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS

Download da Tabela Periódica Bíblica = TABELA PERIODICA BIBLICA

Como ler a Bíblia = COMO USAR A BIBLIA

Mãe aborta queimando a filha viva dentro do útero. 29 anos depois, a filha decide se vingar

Por | FORMAÇÕES

Uma história impactante e um vídeo que você precisa assistir

O aborto é um tema envolto em muita controvérsia. Algumas pessoas são a favor, outras estão no meio, aceitando apenas em casos de violação e deficiências graves. Mas também existe gente contra, dizendo que abortar é o mesmo que matar. Essa mulher também defende essa ideia…

Giana Jessen tem 29 anos e sobreviveu a um aborto. A mãe dela foi a uma clínica para se “desfazer” dela, quando já estava quase no fim da gravidez… com 7 meses e meio.

Lá, os médicos aconselharam a mulher a abortar através da injeção de uma solução salina no útero, que faz com que o bebê queime por dentro e por fora, e depois ele nasceria morto. Mas quando todos pensaram que o feto já tinha falecido, algo impressionante aconteceu…

A bebê nasceu viva! Contra todas as expetativas, a menina sobreviveu… Gianna ficou com algumas sequelas por causa da falta de oxigênio, tais como a sua paralisia cerebral.

Agora, 29 anos depois, ela decidiu se vingar da “mãe”, da melhor forma que existe. Sem violência nem ódio, mas sim sendo uma embaixadora contra o aborto!

A jovem ativista dá palestras por todo país, deixando um poderoso testemunho: a sua vida. O seu sucesso dá que pensar, pois ela não estaria neste mundo caso o aborto tivesse funcionado… Ela está grata com Deus, por lhe ter concedido o dom da vida, e não ter deixado a sua “mãe” decidir por ela.

Assista ao discurso de Gianna, vale a pena. E partilhe esta comovente mensagem com os seus familiares e amigos.

O grande segredo do “Pokémon GO”

Por | FORMAÇÕES

Qual o segredo do sucesso de “Pokémon GO” e o que essa febre revela a respeito da alma humana?

“Pokémon GO”, o jogo que se tornou uma verdadeira febre das redes sociais, suscita a ocasião de fazermos uma importante reflexão moral a respeito do uso saudável das diversões e dos passatempos, de acordo com a doutrina e a espiritualidade católicas. Nos últimos dias, de fato, foram muitos os pais que entraram em contato conosco pedindo-nos uma orientação. Eles perguntavam se haveria algum problema com o jogo e se deveriam proibir os seus filhos de se entreterem com esse aplicativo.

Importa dizer, em primeiro lugar, que entretenimentos desse gênero são uma necessidade da alma humana, que precisa de descanso, assim como nosso corpo exige repouso após a fadiga do dia. O autor espiritual João Cassiano ilustra o caso com um episódio da vida do apóstolo São João, que o Doutor Angélico faz questão de resgatar em sua Suma de Teologia:

“O bem-aventurado João Evangelista, ao ver que alguns se escandalizavam de o ver jogando com seus discípulos, mandou um deles, que trazia consigo um arco, disparar uma flecha. Depois que ele repetiu isso muitas vezes, o santo perguntou-lhe se poderia fazê-lo continuamente. O outro respondeu que, se assim procedesse, o arco se quebraria. O apóstolo então observou que, da mesma forma, a alma humana se romperia se jamais relaxasse a sua tensão.” [1]

Os passatempos não são, portanto, uma necessidade que partilhamos com os animais, como são a comida, a bebida e o sexo. Trata-se antes de uma manifestação própria daquele que foi moldado “à imagem e semelhança” de Deus (cf. Gn 1, 26) e cujo coração se inquieta continuamente, enquanto não repousar nEle [2]. É nesta sede insaciável do ser humano que se encontra, de fato, o grande segredo do sucesso de “Pokémon GO”: assim como as redes sociais e muitos outros divertimentos de nossa época, o que faz este jogo é explorar a constante procura humana por algo que satisfaça os impulsos de sua alma e preencha o vazio profundo de sua existência.

A notícia que é preciso dar aos jogadores sem freios é esta: fomos feitos para uma busca muito mais digna que a caça de “pokémons” — a busca de Deus; fomos criados para uma glória muito superior que a de ser um “mestre Pokémon” — a glória do Céu. Evidentemente, não há pecado algum nos jogos lúdicos, mas existe sim algo de muito grave, quando as pessoas, devido à sua falta de moderação, começam a transformar toda a sua vida em lazer. ” Se dás muito tempo ao jogo“, adverte São Francisco de Sales, “ele já não é um divertimento, mas fica sendo uma ocupação” [3].

Quando passamos a vida diante de uma tela de celular à procura de ínfimas glórias virtuais, o tempo escorre por nossas mãos, esvai-se, e acabamos desperdiçando o dom preciosíssimo da vida que nos foi confiada por Deus. “Os que andam em negócios humanos dizem que o tempo é dinheiro. Parece-me pouco”, diz São Josemaría Escrivá, “para nós, que andamos em negócios de almas, o tempo… é Glória!” [4].

Os 10 “nunca” do casamento

Por | FORMAÇÕES

Decálogo sobre situações que podem machucar o casal (e como evitá-las)

Na relação conjugal, existem várias situações que, ao invés de ajudar o casal, acabam criando feridas, que no começo podem parecer insignificantes, mas, com o tempo, chegam a se tornar muito nocivas.

Apresentamos, a seguir, a recopilação de 10 situações que precisam ser evitadas no casamento:

1. Nunca fale mal do seu cônjuge com ninguém

Roupa suja se lava em casa, diz a sabedoria popular. É melhor que os problemas sejam dialogados e resolvidos entre os esposos. Envolver terceiros pode complicar as coisas, pois, ainda que a tempestade passe, os membros da família sempre lembrarão dela ou, pior ainda, tomarão partido de forma pouco objetiva.

A comunicação sincera e oportuna é a melhor solução. Se o que você busca é um conselho, é melhor procurar alguém neutro, de fora da família, preferencialmente um assessor espiritual, terapeuta familiar ou algum casal com mais experiência e capacidade de orientação.

2. Nunca fale nem pense no singular

A partir do momento em que ambos disseram “aceito”, tornaram-se uma só carne e uma só alma. Isso implica em compartilhar os bens materiais, razão pela qual é preciso pensar sempre no plural ao tomar decisões, especialmente as que envolvam dinheiro.

Da mesma forma, a linguagem deve ser coerente com este compromisso, ou seja, falar no plural quando se referem a projetos ou atividades comuns: nossa casa, nosso carro, fomos passear, decidimos deixar isso para depois etc.

3. Nunca grite

Os gritos são uma falta de respeito que deteriora as relações, não são próprios da linguagem do amor. Existem outras formas de expressar os desacordos e as diferenças. Além disso, não é este o exemplo que querem dar aos seus filhos. Com que autoridade lhes pedirão que não gritem com seus irmãos, colegas ou inclusive pais?

4. Nunca durma sem terminar uma discussão

Às vezes, a indiferença e o silêncio parecem resolver os problemas, mas isso não é verdade. A melhor ferramenta é a comunicação oportuna, quando ambos têm seus pensamentos claros e frios.

Ainda que seja preciso dedicar um tempo a refletir antes de falar, não se pode deixar que a discussão continue no dia seguinte, pois pode piorar as coisas.

Os esposos são uma equipe e precisam trabalhar juntos para resolver seus problemas: sem culpar e agredir um ao outro, mas aprendendo a ceder muitas vezes.

5. Nunca deixe de dar seu feedback ao outro

Em alguns casos, os grandes conflitos são consequência da repressão de pequenos incômodos vividos no dia a dia. Quando algo do seu cônjuge lhe incomodar (um gesto, palavra, comportamento etc.), comunique isso a ele de imediato e, juntos, busquem uma saída. Solucionar as coisas a tempo impede que alimentemos rancores e que os problemas se tornem maiores do que são na realidade.

6. Nunca coloque seus filhos antes que seu cônjuge

Ainda que os filhos exijam atenções e cuidados por parte dos pais, é preciso ter claro que a prioridade é o casal. Se o casal esta bem, os filhos também estarão. A harmonia entre os esposos gera um ambiente estável e feliz para os filhos.

7. Nunca discuta na frente dos seus filhos

Os filhos devem ser um fator de união no casamento. Uma briga na frente deles pode gerar insegurança nos pequenos, além de ter efeitos a longo prazo, como agressividade, ansiedade e depressão. Se for preciso discutir alguma coisa, é importante guardar as palavras para depois, buscar o momento e lugar adequados.

8. Nunca perca o romantismo

O romantismo é um dos maiores aliados do casal para manter o amor vivo ao longo dos anos. É por isso que os cônjuges precisam buscar tempos para estar sozinhos, sem os filhos. Cada dia deve estar repleto de detalhes para voltar a conquistar o cônjuge, ressaltando suas virtudes, e não seus defeitos.

9. Nunca entre em conflito com a família do cônjuge

A relação com a família do cônjuge é a pedra no sapato de muita gente. Mas, mesmo nos casos nos quais, por diversas razões, não é possível uma fraternidade com a família do cônjuge, é preciso conservar um mínimo de cordialidade e respeito, pelo bem de todos.

10. Nunca se esqueça de Deus

Finalmente, o mais importante: colocar Deus no centro da vida matrimonial e familiar. Quando Deus está presente na vida cotidiana e em todas as decisões, certamente o amor reina no lar.

Usain Bolt: medalhas de ouro? Sim. Medalha Milagrosa? Mais ainda!

Por | NOTÍCIAS

O homem mais rápido do mundo é devoto de uma Medalha que não tem preço

RIO DE JANEIRO, Brazil, AUGUST 15, 2016. # ATHLETICS. Usain Bolt at the start of the 100m. Usain Bolt ran 100m in 9.80 seconds, winning his third straight gold medal in the 100 Olympic event, something no runner has accomplished before. Angelos Zymaras / AZSPORTSIMAGES / SOOC

RIO DE JANEIRO, Brazil, AUGUST 15, 2016. # ATHLETICS. Usain Bolt at the start of the 100m. Usain Bolt ran 100m in 9.80 seconds, winning his third straight gold medal in the 100 Olympic event, something no runner has accomplished before. Angelos Zymaras / AZSPORTSIMAGES / SOOC

Usain Bolt continua sendo, conforme todas as expectativas, o homem mais rápido do mundo: na terceira Olimpíada consecutiva (Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016), foi dele a medalha de ouro nos 100 metros rasos.

Mas essas três medalhas de ouro não são as únicas que brilham na vida do atleta: Bolt é devoto da Medalha Milagrosa, fruto das aparições de Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré. É esta, e não as de ouro, a medalha que o atleta jamaicano traz sempre ao peito.

Usain Bolt é filho de uma família católica – fé que, na Jamaica, é minoritária. Embora discreto, o atleta não esconde a sua fé na hora de fazer o sinal da Cruz ou de se manifestar nas redes sociais para dar graças a Deus por suas conquistas e tentar aprender com seus fracassos. Por exemplo:

“With God anything is possible… I demolish training today #thankuGod”

Você quer saber o que é a Medalha Milagrosa? CLIQUE AQUI

Após coma, menino deixa a mãe aterrorizada ao dizer que conheceu a irmã abortada

Por | DESTAQUES

Vale a pena refletir sobre a incrível experiência deste menino de apenas 4 anos de idade

Os cristãos acreditam que existe vida após a morte, enquanto outras pessoas dizem que depois de morrermos não há mais nada. Mas esse menino teve uma experiência quase mortal e chocou todo o mundo com suas declarações…

Aos 4 anos, Colton Burpo, teve uma apendicite aguda e precisou passar por uma cirurgia de emergência. A operação era de considerada de risco muito elevado, e o menino ficou entre a vida e a morte. Quando acordou, ele revelou uma chocante verdade…

Colton teve uma experiência quase-morte, e foi para o paraíso, conhecendo vários familiares mortos.

Best of Web

Inicialmente, ninguém acreditou no que ele dizia, mas quando ele começou a contar histórias dos parentes falecidos os pais ficaram impressionados! Ele sabia de coisas que pouca gente tinha conhecimento, como as brincadeiras que o pai tinha com o avô, ou da existência da irmã que nunca chegou a nascer, devido a complicações na gravidez.

“Eu mesmo duvidei de minha própria fé”, disse o pai do menino.

A criança falou também em Jesus, dizendo que Ele tinha “marcas no corpo”, e que o mandou de volta para a terra, devido às preces do seu pai.

O relato do menino é sem dúvida surpreendente. Assista e compartilhe se você acredita na vida eterna!

Esta experiência foi vivida por uma família cristã. Apesar de não serem católicos, vale a pena refletir sobre o que este garotinho viveu. E agradecer a Deus por se manifestar a quem o busca com fé e sinceridade.

Em palestra, bispo ensina que o mal se desconcerta quando encontra a bondade

Por | DESTAQUES

Grande parte dos quinhentos agentes da Pastoral Diocesana da Criança esteve na manhã do dia 6 de agosto no auditório da Curia Diocesana, no Centro de Santo André, para participar do Encontro de Líderes, onde Dom Pedro Cipollini proferiu a palestra “O Ano da Misericórdia e o Bom Samaritano”. Ele foi recepcionado pelo Padre Márcio, assessor espiritual e Elisabete Sorvillo Alves, coordenadora desta pastoral que em 2017 completa 30 anos em nossa diocese.

Nesta aula de reflexão sobre a misericórdia, o bispo diocesano disse que “Para sermos perfeitos como o Pai é preciso ser misericordioso”. E que: “Violência não se combate com violência. O mal se desconcerta quando encontra a bondade”. E mais: “Diferente do que propagava o filósofo Friedrich Nietzsche, que dizia que o homem se torna um fraco quando opta pela misericórdia, a verdade é que longe da misericórdia a humanidade só produz guerras”. Assim explica-se por que “Os misericordiosos é que ganharão o Reino do Céu, e que é preciso ser forte para perdoar”.

Em outra linha de raciocínio, Dom Pedro salientou que “Papa Francisco tem nos alertado que maior que a crise econômica é a crise antropológica. Está faltando valorizar o ser humano. O deus dinheiro é mais forte. É preciso ganhar 200%. Se comerem um ‘veneno’ posto na comida, e ficarem doente, o azar é deles”.

A parábola – tema da palestra – nos pergunta quem é o próximo. E Dom Pedro esclarece que “Engana-se quem pensa que o próximo é só quem é da família ou do rol de amigos. Na verdade o próximo é aquele que necessita de algo. O problema é que a gente se acostumou a se afastar do problema. E assim, não nos aproximamos”.

O bispo também nos ensina que primeiro é preciso aproximar do sofrimento. Depois, ter compaixão e por fim fazer algo possível. “O levita e o sacerdote não pararam para socorrer. O que nos leva a concluir que orar sem misericórdia é por água em lata furada”, sentenciou. Em seguida disse que “a estalagem representa a Igreja, onde encontramos um local para nossa recuperação. O bom samaritano ao entregar o vitimado para o dono da estalagem fez um ato missionário, e que levou o estaleiro a ser também misericordioso”.

Para Dom Pedro, Deus é quem se aproxima de nós. Não merecemos a misericórdia dele, mas a necessitamos. “O próximo é você que se aproxima de quem precisa. Já que quem precisa está enfraquecido, sem condições de se aproximar, até para pedir ajuda. É como vocês agentes da Pastoral da Criança que se aproximam da criança que necessita de algo. A gente nem imagina o que seria de tantos lugares sem o trabalho da Pastoral da Criança. A diocese agradece imensamente o trabalho de cada um dos agentes”.

Roteiro – Não fazer julgamentos – 15 a 21 de Agosto

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Leiam o roteiro com atenção. Ore e estude a proposta e a palavra de Deus com antecedência.

Disto depende a saúde de sua célula. Bom encontro!

Download do Roteiro da Semana

ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 15 A 21 AGOSTO

 

==========================================================================================

Download da declaração de Ideais para Imprimir: DECLARAÇÃO DE IDEAIS

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em: LIVRETO DE BOAS VINDAS

Download da Tabela Periódica Bíblica = TABELA PERIODICA BIBLICA

Como ler a Bíblia = COMO USAR A BIBLIA