Todos os post de

WebMaster Comunidade Fidelidade

Quem ensina você a ser homem de verdade?

Por | PARTILHA DO FUNDADOR

Os sites pornográficos que você acessa? Os caras do “Velozes e Furiosos” e de outros filmes de ação? Os comentários da rapaziada sobre as mulheres que eles “pegaram” no final de semana? As dicas de exercícios, dieta e moda voltadas para homens? Os lutadores de vale-tudo? As discussões feministas sobre os homens? As posturas que você assume na relação com sua namorada, esposa ou filhos?

A masculinidade é um dom precioso que todos nós, homens, recebemos de Deus, mas os referenciais que geralmente utilizamos para reconhecê-la e vivenciá-la muitas vezes são caricaturas – quando não deformações – do que é ser homem. “Numa civilização complexa, cosmopolita, individualista, desunida, amontoada de identidades insubstanciais, feitas com um pouco de cada coisa, o código dos homens [as normas que socialmente regem o comportamento masculino] torna-se indistinto. A conduta preconizada pelos homens ricos e poderosos se confunde com a de gurus e ideólogos, e tamanha é a desordem em que estas se misturam aos badulaques masculinos oferecidos pelos mercadores que não é tão difícil perceber por que dizem que o sentido da masculinidade pode ser qualquer coisa, todas as coisas ou coisíssima nenhuma” [1].  O cenário muitas vezes é de homens de identidades efêmeras, patinando entre modelos machistas, metidos a garanhões, andróginos, de postura frouxa, entre tantos outros, nos prendendo numa corrida às vezes desesperada por afirmação e satisfação que não é plenamente saciada, porque, com esses modelos, estamos cavando para nós “cisternas furadas, que não podem conter água” (Jr 2, 13).

Em tempos de ditadura do relativismo[2], precisamos aprender com um homem que vai nos colocar no prumo, que vai nos ensinar a ter vergonha na cara, a honrar nossas calças e nosso nome e a ser homens de verdade: Cristo!

Ele é o modelo perfeito de ser humano, mas para a maioria de nós é novidade e um tanto estranho pensar nele como referencial de homem. Mas aquele que fez um encontro pessoal com Cristo descobre que Ele se torna o cânon, a medida de todas as coisas, e isso inclui sua masculinidade. “Em toda a sua vida, Jesus mostra-se como nosso modelo. Ele é o ‘homem perfeito’ que nos convida a tornar-nos seus discípulos e a segui-lo” [3]. É óbvio que, mesmo o Verbo de Deus tendo se encarnado como um ser masculino, Ele também inspira a vivência das mulheres, mas isso nós deixamos para elas descobrirem. Nosso papo aqui é de homem pra homem.

Cristo é modelo de homem dedicado ao trabalho (Mt 8,20); de homem forte ao resistir às tentações (Mt 4,1-11) e ao lutar até a morte por sua missão (Jo 19,28-30); de homem corajoso que enfrenta os poderosos e as ideias mentirosas que escravizam as pessoas (Mt 23,13-38) e surpreende ao amar seus inimigos (Lc 23,34); de lídercom lealdade, que se doa aos seus amigos (Jo 15,15) e ama os seus até o fim (Jo 13,1); de esposo fiel e homem casto, que, unindo-se a sua esposa – a Igreja – e os dois se tornando uma só carne, é capaz de dar a vida por ela (Ef 5,25-32); de pai eterno (Is 9,5) e protetor, que vive sua paternidade espiritual com os filhos da Igreja; demestre, que ensina com a palavra e com o exemplo (Jo 13,13-15). Ele não usa meias palavras (Mt 5,37) e tem firmeza e autoridade no que diz (Mc 1,22), mantendo sua palavra até diante da ameaça de morte (Mt 26,62-66) – ou seja, tem palavra de homem! Faz tudo isso com imensa caridade e, sendo manso e humilde de coração, se compadece das misérias do outro (Mt 12,28-30). O mais belo dos filhos dos homens (Sl 45, 3) ou, melhor ainda, o novo Adão (Rm 5,12-19) é o modelo perfeito de como ser homem. Com Ele aprenderam os grandes homens santos que já passaram por este mundo e que deixaram um legado, uma marca. Com Ele aprenderemos nós a sermos homens de verdade!

________________
Notas:

1. DONOVAN, Jack. O código dos homens. Tradução: Luiz Otávio Talu. 1. ed. Santos: Editora Simonsen, 2015: 13-14.
2. Santa Missa “Pro Eligendo Romano Pontifice” – Homilia do cardeal Joseph Ratzinger (18 de abril de 2005).
3. Catecismo da Igreja Católica, n. 520.

Autor: Robério Nery

São Judas e os dias atuais

Por | FORMAÇÕES

sandro-outubro1Hoje a Igreja comemora o dia dos Apóstolos São Simão e São Judas e, dentre os dois, o segundo tornou-se mais popular, pelo menos no Brasil. Conhecido como grande intercessor por causas impossíveis, creio que a longa trajetória do povo brasileiro, na pobreza e nas decepções de uma sociedade mal governada, acabou por tornar São Judas Apóstolo tão querido e procurado.

É uma grande pena que este Apóstolo de Nosso Senhor Jesus Cristo seja lembrado apenas por esta razão de fé rasa, sim, digo de fé rasa porque a vida deste grande santo deveria ser melhor considerada como exemplo a ser seguido no discipulado e no apostolado cristão, e não apenas como um “resolvedor” de problemas sem nada mais a oferecer.

São Judas é infelizmente ignorado em sua grandeza como Apóstolo a tal ponto de, a grande maioria de seus devotos, se quer saber que ele é um dos escritores inspirados do Novo Testamento. O último livro na ordem do AT (antes do Apocalipse) é de autoria de São Judas, e lá encontramos uma doutrina muito sólida para uma vida de santidade.

Nossos dias estão conturbados pelo reino da confusão moral, dias em que a humanidade cada vez mais se arrasta e escorrega em uma vida laxa e desinteressada, principalmente no mundo ocidental, que foi o berço da fé cristã. No Oriente, pelo menos no Oriente Médio, levanta-se o reino do terror, que avança sobre uma Europa paralisada na fé e que se vê como presa fácil para os maometanos; já no Oriente mais extremo ainda o grande desafio da evangelização primeira com povos e culturas apegados a práticas religiosas sem o conhecimento da salvação, cheios de misticismo, crendices e lendas, um terreno a ser conquistado ainda. O antigo continente africano permanece sendo terra de missão com tribalismos primitivos não civilizados que, mesmo onde deixou a sua forma original bruta, está, porém presente nas cruentas guerras e revoluções cheias de separatismos, cheias de ódio e pobreza, como um terreno fértil para facções islâmicas cheias de ódio.

As Américas seriam a esperança cristã, mas resolveram abandonar os princípios da fé e da moral, conservam a forma aparente da religião, mas na prática desfazem do que professam tornando-se cada vez mais crescente o número de escolas e instituições que deixaram de ensinar a sã doutrina. A organização social no “continente da esperança” tornou-se inimiga da Igreja e da família e a vida passou a ser entendida apenas como a busca de prazer cultural, financeiro e sexual, de forma que as pessoas são guiadas apenas pela satisfação dos desejos de sua natureza, dando a isto o nome de felicidade. Vive-se uma vida sem perspectivas maiores e sem grandeza de alma, morreu o sonho de um mundo que honre a Deus e eleve o ser humano para a sua dimensão de eternidade.

Sei que ao fazer esta descrição posso parecer pessimista, mas fui sucinto ao extremo e usei cores muito brandas, porque a realidade é muitíssimo pior. Mas escrevo sobre isto no dia de São Judas em consideração do que ele mesmo escreveu em sua brevíssima carta de apenas um capítulo e 25 versículos, contida no Novo Testamento.

O tema de São Judas foram os falsos mestres, ele denunciou sem medo o grande perigo que eles traziam para dentro da Igreja. No olhar do Apóstolo a comunidade dos cristãos é uma sociedade dentro da sociedade e deve buscar manter-se limpa e sem mancha, mas está sendo assediada por pessoas que desejam destruí-la em sua base infiltrando-se e disseminando modos de viver que não concordam com os ensinamentos do Senhor Jesus.

São Judas apresenta o motivo de sua carta no versículo 3, quando diz: “Então senti que era necessário escrever agora para animá-los a combater a favor da fé que, uma vez por todas, Deus deu ao seu povo.” O motivo inspirado do Apóstolo é animar os bons cristãos ao combate, o que demonstra que se está em uma guerra, mas é uma guerra contra a fé definitiva que Deus nos deu em Jesus Cristo. É muito importante notarmos que esta fé dada uma vez por todas define o modo de viver que agrada a Deus e que ela não se resume a um modo de crer em algum “deus” e de cultuá-lo, mas se fundamenta na revelação do Senhor Jesus Cristo como Filho de Deus e implica, para além de atos de culto, em uma maneira moral de viver e organizar a sociedade, por esta razão há uma guerra, porque a sociedade dos cristãos tende a avançar por meio da evangelização, moldando o mundo numa forma em que somente Nosso Senhor Jesus Cristo seja honrado como Deus no mistério da Santíssima Trindade, e que somente a Igreja Católica esteja à testa da orientação do culto a Deus e da vida moral. Claro que esta missão cristã é rebatida desde o tempo dos Apóstolos por um mundo resistente e impenitente, orientado por gente que se beneficia deste estado de pecado e idolatria; lembremo-nos do que aconteceu em Filipos (cf. At 16, 16-24) quando São Paulo libertou uma mulher de um espírito de adivinhação que servia a seus donos e os enriquecia, ela fazia parte de uma estrutura religiosa pecaminosa que se amoldava à sociedade imoral romana. O Apóstolo São Paulo não se acomodou no testemunho daquela mulher sobre seu ministério porque Jesus não era mais um deus num panteão de ídolos. Aconteceu que ao romper severamente com isto a ordem pública deveria ser alterada e os beneficiários do culto pagão trataram de por Paulo e Silas na cadeia porque sabiam que o Senhor Jesus Cristo e Sua Igreja iriam mudar aquela sociedade depravada como eles mesmos atestam em suas palavras nos versos 20 e 21: “Estes homens são judeus e estão provocando desordem na nossa cidade. Estão ensinando costumes que são contra a nossa lei. Nós, que somos romanos, não podemos aceitar esses costumes.

São Judas demonstra com muita clareza que os inimigos da fé e da sociedade cristã estão usando de uma estratégia sórdida muito pior do que atacar a Igreja por fora, mas infiltrando-se nela disseminam ensinamentos e maneira de viver errados que levam à perdição eterna. Este mal, que trabalha como mistério de iniquidade, desde a era primitiva cristã, foi também denunciado como tendo se fortalecido e estando em avançado estágio em nossa época pelo Santo Padre o Papa São Pio X em sua encíclica de 08 de setembro de 1907: PASCENDI DOMINICI GREGIS, na qual denuncia e ensina como livrar-se das insídias dos modernistas que em nossos dias atuais se chamam progressistas.

Na carta do Apóstolo São Judas está muito bem enumerada a ordem de intenções e males que estes inimigos de Deus e da Igreja se aplicam a praticar sorrateiramente infiltrados (cf. Jd 1, 4):

  • “Eles torcem a mensagem a respeito da graça do nosso Deus a fim de arranjar uma desculpa para a sua vida imoral.” – Isto é evidentemente compreendido no sentido de que a Graça de Deus é considerada como uma misericórdia sem justiça, como um perdão e compreensão irrestritos em nome de um acolhimento do pecador que é tão amado por Deus que o aceita tal e qual sem impor-lhe um caminho de penitência e arrependimento. Uma graça barata, sem esforço nem mudança de vida onde Deus tanto quer esta pessoa consigo que não lhe faz nenhuma exigência e a mesma não pode ser julgada por ninguém, nem mesmo pela Igreja que deve pregar-lhe um Evangelho fácil, propor-lhe uma vida sem “pesos” doutrinários e morais, repito, tudo em nome do acolhimento.
  • E também rejeitam Jesus Cristo, o nosso único Mestre e Senhor.”- Os deturpadores da fé e da moral cristã não poderiam atingir seus objetivos se Nosso Senhor Jesus Cristo não for derrubado de Sua posição única de Deus e suficiente Salvador e Senhor, por esta razão, não podendo derrubá-Lo na realidade trabalham por fazê-lo nas consciências, apregoando cada vez mais a paridade entre a fé cristã e as crenças religiosas. Fazem de tudo para colocar o Senhor Jesus no nível de profetas, adivinhos e fundadores de credos pagãos e religiões primitivas e exuberantes. Para que não sejam apanhados em sua astúcia, colocam o Senhor Jesus no centro de um grupo de “mestres espirituais” e tentam convencer-nos que o ÚNICO Redentor seria como que um chefe dos demais. O panteísmo religioso e a mistura de crenças é um sinal visível da tentativa de destronar Nosso Senhor Jesus Cristo e assim por consequência derrubar a verdade absoluta de Seus ensinamentos, da fé e da moral cristã.

Esses dois pilares são o apoio destes inimigos da Igreja que se infiltraram há muito e trabalham arduamente contra Deus e contra os bons. As consequências deste trabalho são também enumeradas por São Judas quando diz:

  • Lembrem dos moradores de Sodoma, de Gomorra e das cidades vizinhas, que agiram como aqueles anjos e cometeram imoralidades e pecados sexuais. Eles sofreram o castigo do fogo eterno, o que é um aviso claro para todos. Do mesmo modo esses homens têm visões que os fazem pecar contra o próprio corpo deles.”(vs. 7-8a) – A imoralidade sexual está diretamente ligada a uma vida de falso cristianismo. O exemplo eterno do juízo divino sobre Sodoma e Gomorra é um alerta grave que está desconsiderado em nosso tempo, em que os atentados contra a família começaram lenta e suavemente colocando disputa e depois ódio entre o homem e a mulher, criando o machismo e depois o feminismo, tirando de cada um as vestes, o pensamento e o comportamento próprio de cada sexo, gerando a concorrência financeira entre os cônjuges e depois o divórcio, iludindo a todos que o adultério não existe e por isso foi arrancado das restrições civis e penais para depois ser também desconsiderado na religião de forma que a Igreja seja “obrigada” a aceitar a união de pessoas casadas com outros como um ato lícito e que deve ter cidadania no meio do povo de Deus, a ponto de muitos pretenderem até mesmo dar a estes o direito da Sagrada Comunhão Eucarística, não é de se admirar que a destruição dos valores familiares iria gerar o consentimento com pecados gravíssimos e publicamente nojentos como a fornicação, o incesto, a pedofilia, toda a sorte de promiscuidades e a sodomia, sim, este último que recebe este nome derivado de Sodoma, mas cuja definição foi abandonada e revestida de aparente normalidade, ao ser designada por pretenso avanço científico e psicológico de homossexualismo e homossexualidade. Na verdade, as Escrituras condenam esta inclinação perversa e esta prática abertamente, mas um cristianismo contaminado pelo laxismo e acomodado às exigências do mundo moderno se cala ou dissimula respostas genéricas, não por medo da perseguição e martírio, porque os bons e fiéis nunca conheceram este medo, nem por receio de perder fiéis, porque os fiéis não se perdem os que abandonam a Igreja são os infiéis, mas sim por acomodação às práticas imorais por causa do altíssimo nível de contaminação disseminada no interior da Igreja.
  • Desprezam a autoridade de Deus e insultam os gloriosos seres celestiais.” (v. 8b) – A baixa maneira de viver em seu próprio corpo é o sinal evidente de que o mundo vai de mal a pior em um caminho de impiedade e falta de temor, desdenhando da eternidade da vida e entregando-se ao amor ao dinheiro e aos prazeres, num caminho de consumismo cada vez mais crescente e despreocupação com o agir dos demônios, de tal forma que a maldade impetrada contra os cristãos chega ao assassinato e martírio público, sem nenhuma consideração das autoridades mundiais, que não pautam mais seu estado de governo na governança do bem e da moral revelada pelas Escrituras, e na medida em que o mundo anteriormente cristão se cala e se arruína, avançam os apóstatas e inimigos da Igreja em ações orquestradas e previstas para que a civilização cristã seja completamente erradicada e os homens vivam na terra um “paraíso” de prazeres sem Deus e sem regras no qual o desejo de cada um é seu mestre e sua verdade.
  • Com as suas vergonhosas bebedeiras, eles são como manchas de sujeira nas refeições de amizade que vocês realizam.” (v. 12) – Talvez este último efeito acusado por São Judas seja o mais assombroso na ousadia desta gente, mas ao mesmo tempo o mais inesperado. O avanço oculto e interno desses inimigos de Nosso Senhor Jesus Cristo, já na Igreja Primitiva, havia se infiltrado no culto cristão, que naquela época era celebrado dentro de uma refeição fraterna chamado de Ceia Ágape. Após tomarem a comida juntos e ouvirem a Palavra de Deus os batizados continuavam unidos no culto Eucarístico onde reatualizavam o sacrifício redentor de forma incruenta no pão e no vinho. Os inimigos ocultos estavam deturpando e manchando estes encontros sagrados e tentando mundanizá-los com práticas de outras ceias fraternas de agrupamentos mundanos. Terá em nossos dias também a Eucaristia sido maltratada e profanada em suas celebrações? Será este o sinal previsto por Daniel e relembrado pelo Senhor Jesus quando se referiam ao estabelecimento da abominação da desolação no lugar sagrado? (cf. Mt 24,15).

Pois bem, após acusar os intentos dos inimigos infiltrados e seus terríveis resultados, São Judas ainda aponta de que isto irá aumentar secretamente e voltar a manifestar-se com grande força no final dos tempos: “Mas vocês, meus amigos, lembrem do que foi profetizado pelos apóstolos do nosso Senhor Jesus Cristo. Eles disseram a vocês: ‘Quando chegarem os últimos tempos, aparecerão pessoas que vão zombar de vocês, pessoas que não querem saber de Deus e seguem os seus próprios desejos.’”(vs. 17-18)

A Palavra de Deus não nos deixa em dúvidas e nem sem orientação, o Espírito Santo inspirou ainda São Judas a orientar aos discípulos de Nosso Senhor Jesus Cristo dizendo: “Porém vocês, meus amigos, continuem a progredir na sua fé, que é a fé mais sagrada que existe. Orem guiados pelo Espírito Santo.E continuem vivendo no amor de Deus, esperando que o nosso Senhor Jesus Cristo, na sua misericórdia, dê a vocês a vida eterna.Tenham misericórdia dos que têm dúvidas; salvem outros, tirando-os do fogo; e para com outros mostrem misericórdia com medo, odiando até as roupas deles, manchadas pelos seus desejos pecaminosos.Deus pode evitar que vocês caiam e pode apresentá-los sem defeito e cheios de alegria na sua gloriosa presença.” (vs. 20-24).

Estas orientações do Espírito Santo merecem uma consideração detalhada, mas que em oportuna ocasião voltaremos a ela. Basta-nos agora contemplá-las e orar ao Senhor para que nos de um coração capaz de absorvê-las e de respeitá-las, o próprio Espírito Santo nos iluminará.

Com tudo isto podemos então notar que São Judas é realmente muito mais do que o santo das causas impossíveis e que, se seu número de devotos lessem sua carta, talvez a quantidade de incautos diminuiria e nosso País estaria em menor risco de perdição.

São Judas Apóstolo, rogai por nós.

Em Cristo

Sandro F. Peres

Fonte: http://www.comunidadefanuel.com.br/sao-judas-e-os-dias-atuais/

Roteiro Jovem – Lendo e Vivendo a palavra – 08 de Novembro

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Roteiro para Célula Jovem –> ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA JOVEM – 08 NOVEMBRO

Encontro

  • Fraternidade: Oração e Partilha do Lanche.

Exaltação

  • Salmo: Salmo 62, 8 (NTLH)
  • Oração: Ore por todas as pessoas que moram na casa que hoje recebe a Célula. Apresente cada visitante e ore pela vida e família deles. Ore para que Deus se agrade de tudo que vamos fazer neste encontro.
  • Músicas: A Escolha

Edificação

  • Escritura: 2 Timóteo 3. 16

Partilha do Líder

O livro mais produzido em todos os tempos, a maior e melhor fonte arqueológica com detalhes valiosíssimos para a história de muitos povos e nações, um extraordinário celeiro de valores e princípios, rico pela diversidade de assuntos, um excepcional registro de histórias e parábolas que surpreendentemente fascinam há mais de três mil anos, desde que os primeiros escritos foram produzidos.

Cada palavra é fruto do incomparável amor de Deus pela humanidade. Minha recomendação é que você já comece a leitura de 2015. Leia em oito meses, um ano, um ano e meio, dois anos. Busque o auxílio de um programa de leitura bíblica. Não importa o tempo, mais sim o fato de ser inspirado diariamente pela preciosa Palavra de Deus.

  1. Este texto bíblico mostra de forma muito clara as razões pela qual devemos ter um relacionamento íntimo com a Bíblia Sagrada. Compartilhe com a Célula uma das razões citadas no texto que te chama a atenção.
  1. Você acredita que conhecer os princípios contidos na Bíblia é sinônimo de qualidade de vida? Por quê?
  1. É possível ser obediente à palavra sem conhecê-la? Explique.

APLICAÇÃO PESSOAL

Qual tempo temos dedicado a leitura e entendimento da palavra? Vamos fazer um período de oração em frases agradecendo a Deus pela Bíblia que temos nas mãos e, se achar necessário, peça perdão pela forma com que você tem negligenciado o estudo da Palavra.

CONCLUSÃO

Devemos observar a palavra de Deus para nos aperfeiçoar em Cristo. O Senhor quer que nos envolvamos com Ele e vivamos uma vida cheia do amor de Deus e repleta da alegria de viver à luz da sua palavra, então busque o Senhor ao máximo, nunca é demais. Sempre existem as águas mais fundas.

Quanto mais você busca ao Senhor mais segredos espirituais são revelados a você. (Salmos 25:14)

EVANGELISMO

  • Colheita: Vamos orar por todas as novas células de nossa comunidade.
  • Como a célula Jovem pode crescer e multiplicar?
  • Quem convidaremos esta semana para célula jovem?

ENTREGA

  • Rezemos pela Comunidade Fidelidade e sua obra.
  • Rezemos pelos Jovens amigos.

Oremos pelas intenções particulares de todos os membros de célula e pelas células do mundo inteiro.

Roteiro – Consagração e Crescimento – 09/11 à 15/11

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção! Confira se esta no roteiro da semana correta. Este roteiro é para semana de 09/11 a 15/11 – Novo formato em livreto para imprimir frente e verso.

=> Download da versão para Impressão ou dispositivos – ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 0911 a 1511

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em http://comunidadefidelidade.com/newsite/?p=28261

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL – 09/11 a 15/11

Tema da Reunião: Consagração e Crescimento

Encontro

  • Fraternidade: Oração pelo alimento e Partilha do Lanche. Diga uma palavra de crescimento aos seus irmãos de célula.
  • Partilhe com os irmãos durante lanche a alegria de ser célula!!!

Exaltação

  • Salmo: Salmo 143 (NTLH) / 142 Outras Bíblias
  • Oração: Deixar colocarem as intenções pessoais e orar. Oremos pelas intenções particulares de todos os membros de célula e pelas células do mundo inteiro.
  • Músicas Sugestão: Nosso General é Cristo

EDIFICAÇÃO

  • Escritura: Provérbios 16.3
  • Frases para decorar: “Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos. ”

Partilha do Líder

A vida é mesmo engraçada. Todos os dias enfrentamos as mesmas atividades e tudo parece entrar numa entediante rotina. Essa afirmação é verdadeira quando não temos o foco correto no real propósito de nossas vidas.

O provérbio que lemos nos diz que consagrar tudo o que fazemos ao Senhor resulta em experimentar sucesso e crescimento em todas as áreas de nossas vidas. Eu gostaria de destacar três delas:

APLICAÇÃO PESSOAL

  1. Crescimento Pessoal: o que você precisa consagrar a Deus para experimentar sucesso e crescimento pessoal?
  2. Crescimento Familiar: como você deve conduzir sua família para que ela seja consagrada a Deus?
  3. Crescimento Espiritual: com sinceridade, comente como tem sido a sua rotina diária em busca de crescimento espiritual.

CONCLUSÃO

Deus nos criou com o grande propósito de vivermos para o louvor da Sua Glória. O pecado criou um abismo entre nós e nosso Deus a ponto de não conseguirmos, por nós mesmos, atingir o propósito para o qual fomos criados. Mas Deus, com seu infinito amor e graça, nos resgatou, oferecendo seu Filho Jesus, que morreu e venceu o pecado e a morte para que, através d’Ele, tivéssemos acesso ao Pai e com isso agora podemos ser felizes e realizados no propósito original de nossa existência. Se você ainda não experimentou a alegria de viver para a glória de Deus, faça isso agora, entregue-se a Jesus e VIVA!

EVANGELISMO

  • Colheita: Os desafios que temos como povo de Deus são muitos. Mas queremos consagrar todos eles ao Senhor crendo que, sob sua direção, eles serão bem-sucedidos.

ENTREGA

  • Rezemos pela Comunidade Fidelidade e sua obra.
  • Vamos orar por todas as novas células da Comunidade Fidelidade e todos os líderes e auxiliares.
  • Rezemos pelos pedidos e intenções de nossos irmãos de célula. Oremos por alguma intenção em particular colocada nesta célula.

AVISOS

Lembrar a célula da importância de participar das missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês.

Sábado que vem dia 15/11 nos encontramos na Grande Célula dos homens! Vamos levar uma Partilha e muito ânimo!

Convidar para ajudar na limpeza do salão SJPII conforme escala recebida.

Dia 21 de Novembro Festa da Pizza na Fidelidade, vamos ajudar na divulgação e com convites.

Lembre-se de que a célula acontece todos os dias, 24 horas por dia. A reunião da célula que acontece semanalmente é o encontro de relacionamento.

 

Rezem a São João Paulo II para que a Igreja renove o valor do matrimônio

Por | PALAVRA DA IGREJA

O Papa Francisco recordou São João Paulo II, o Papa da família (como lhe chamou ao canonizá-lo em abril de 2014), durante a Audiência Genal de hoje, e pediu lhe seja encomendado o Sínodo. A memória deste santo se celebra amanhã, 22 de outubro, dia do início de seu pontificado.

“Pela intercessão de São João Paulo II oremos para que o Sínodo dos Bispos, que está por terminar, renove em toda a Igreja o sentido do inegável valor do matrimônio indissolúvel e da família sã, apoiada no amor recíproco do homem e da mulher, e sobre a graça divina. Abençoo de coração todos que estão presentes aqui e seus entes queridos”.

Ao final de sua catequese, o Pontífice pediu orações pelos bispos que participam do Sínodo da Família em Roma, que concluirá no domingo, 25 de outubro.

Ao saudar os fiéis poloneses, Francisco disse: “Queridíssimos, amanhã celebramos a memória de São João Paulo II, o Papa da família. Sejam bons seguidores em sua solicitude por suas famílias e todas as famílias, em especial pelas que vivem no sofrimento espiritual e material. Que a fidelidade ao amor professado, às promessas feitas e aos compromissos que derivam da responsabilidade, sejam sua fortaleza”.

Em seguida, o Santo Padre saudou os doentes, jovens e recém-casados e recordou que amanhã se celebra a memória litúrgica de São João Paulo II.

“Queridos jovens, que seu testemunho de vida seja exemplo para seu caminho; queridos doentes, levem com alegria a cruz do sofrimento como ele nos ensinou com o exemplo; e vocês, queridos esposos recém-casados, peçam sua intercessão para que em sua nova família não falte nunca o amor”.

Ao finalizar, o Papa Francisco recordou que em outubro se celebra o mês do Rosário e das missões, e pediu para que os fiéis rezem à Virgem “para que nos ajude a compreender a vontade de Deus”.

Monsenhor Jonas Abib comemora 50 anos de sacerdócio em evento da Canção Nova no Morumbi

Por | DESTAQUES

Um grande evento de evangelização reuniu mais de 40 mil fiéis no Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP), no domingo, 25. O III Canção Nova Abraça São Paulo, promovido pela Comunidade Canção Nova, foi também uma oportunidade para comemorar os 50 anos de sacerdócio do seu fundador, Monsenhor Jonas Abib.

Segundo o portal Canção Nova, Monsenhor Jonas recordou que o Morumbi foi palco de grandes encontros carismáticos (Cenáculos) nas décadas de 80 e 90. “Chegamos a ter 120 mil pessoas no Morumbi. Voltar agora, quando completo 50 anos de sacerdócio, é uma alegria muito grande”, expressou.

O evento contou com momentos de espiritualidade e animação, como: pregação da Palavra, Adoração ao Santíssimo Sacramento, cânticos de louvor e SantaMissa. Para Mons. Jonas, foi uma ocasião em que Deus derramou “uma graça toda especial não só sobre São Paulo, mas sobre um povo inteiro que precisa muito do Senhor”.

Um dos momentos de maior emoção foi o encontro de Monsenhor Jonas Abib com Padre Marcelo Rossi, que conduziu a Adoração, percorreu pista de atletismo do Estádio do Morumbi rezando e abençoando todo o público.

O Canção Nova Abraça São Paulo contou ainda com a presença do o coordenador da missão Canção Nova em são Paulo, Padre Adriano Zandoná, Padre Reginaldo Manzotti, Padre Serginho e a presidente da Renovação Carismática Católica Nacional, Kátia Roldi Zavaris, os missionários da Canção Nova, Eliana Ribeiro, Salette Ferreira e Diácono Nelsinho Corrêa.

“Estamos aqui juntos para que muita gente seja atingida e para que Deus seja louvado”, disse Monsenhor Jonas ao portal Canção Nova. Ele ressaltou que o período em que o estádio ficou sem receber esses grandes eventos carismáticos foi “tomarmos fôlego e voltarmos com muito mais entusiasmo”.

Agora, o fundador da Comunidade Canção Nova espera que o estádio continue a acolher essas atividades. “Vamos voltar e encher novamente, muitas vezes, o Morumbi, porque nós temos entusiasmo, nós temos Deus e Ele merece todo nosso louvor. Vamos voltar!”, completou.

Cardeal Pell: Sínodo termina sem surpresas doutrinais

Por | DESTAQUES

Logo após a publicação do documento final do Sínodo dos Bispos, no último sábado, 24, um porta-voz do Cardeal George Pell, Prefeito da Secretaria de Economia do Vaticano, comentou que o Cardeal “está muito satisfeito” com o texto que, como disseram em diversas ocasiões, não gerou nenhuma mudança na doutrina católica.

A declaração indica que o documento final do Sínodo dos Bispos “expressa bem a prática pastoral atual e o ensinamento da Igreja acerca do tema da sexualidade, do matrimônio e da família”.

O documento, conforme a declaração, não contém “desenvolvimentos, surpresas nem mudanças doutrinais, nem mudanças relacionadas à prática ou à disciplina”.

Em relação a este tema, o Cardeal Pell afirmou: “Podemos apreciar no documento final do Sínodo um maravilhoso louvor às famílias numerosas e ao testemunho dos esposos felizmente casados e seus filhos como agentes de evangelização”.

Em entrevista concedida ao Grupo ACI há alguns dias, o Cardeal Pell já havia assinalado que o clima entre os prelados no Sínodo foi de grande liberdade para dialogar a respeito das melhores práticas para acompanhar as famílias e que o Santo Padre disse “que a doutrina não será modificada”.

O Cardeal australiano afirmou ainda: “Precisamos de um claro ensinamento do Sínodo e também do Santo Padre porque existe certo grau de confusão e queremos esclarecer o assunto da misericórdia e da verdade, que estão no coração do ensinamento moral cristão e do ensinamento sacramental cristão. Devemos estar no coração da vida familiar”, concluiu.

Roma, 27 Out. 15 / 12:10 pm (ACI).

Roteiro – Exortai-vos Mutuamente – 01/11

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Roteiro para Célula Jovem –> ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA JOVEM – 01 NOVEMBRO.docx

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL JOVEM

Tema da Reunião: Exortai-vos Mutuamente

Encontro

  • Fraternidade: Oração e Partilha do Lanche e Entrosamento. Servir uns aos outros e conversar sobre a semana.

Exaltação

  • Salmo: Salmo 101, 7 NTLH / 102, 7 Outras
  • Oração: Partilhem seus pedidos para orarmos juntos e uns pelos outros.
  • Músicas: A Escolha

Edificação

  • Escritura: Atos 9, 27; 11, 19-26

Partilha do Líder

Exortar significa influenciar sobre a vida de alguém para o seu bem, é encorajar, estimular ou consolar. Houve um homem na Bíblia chamado José, a quem os apóstolos deram o nome de Barnabé, que significa “encorajador” ou “filho da consolação”, sobre quem gostaríamos de falar neste ensino.

  1. A Exortação e o Caráter cristão. A arte de encorajar ou de consolar as pessoas em meio às lutas, está intimamente associada ao caráter cristão. Barnabé era um estimulador de vidas porque era um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. Deus agiu livremente através desse homem para estimular o crescimento dos novos convertidos ao Senhor Jesus naqueles dias. Você exorta os irmãos ou sempre lava suas mãos?
  1. A Exortação e a consolidação. O ministério de exortação que era tão rico na vida de Barnabé, permitiu-lhe ajudar um jovem pregador da Palavra de Deus chamado Paulo. Este Paulo havia se convertido há pouco tempo, porém ele tinha contra ele um péssimo histórico de perseguição à igreja de Deus. Se não aceitam sua exortação, você para? Desiste de corrigir e ajudar?
  1. A Exortação e a Restauração. Os benefícios da exortação não se restringem a uma única pessoa. A consolidação de Paulo resultou na pregação para o mundo de sua época. Você aceita ser exortado? Como reage perante as correções.

APLICAÇÃO PESSOAL

Em Hebreus 3:13 diz: “…pelo contrário, exortai-vos mutuamente a cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado. ”

Precisamos sempre ser exortados e influenciados por alguém que Deus colocou ou colocará para falar na nossa vida, assim como precisamos exortar influenciando alguns para sair de um caminho errado, incentivando todos para viverem conquistas, orientando outros para mudança e vitória e exortando todos para perseverarem em servir ao Senhor.

Estamos dispostos a essa abertura em sermos corrigidos e corrigir de acordo com a palavra de Deus e a Igreja? Não segundo nossos “achismos”…

CONCLUSÃO

Termine dizendo aos irmãos sua livre opção e permissão para ser corrigido em nome de Jesus sempre que errar ou se perder no caminho.  E também que os irmãos podem contar sempre com você.

Evangelismo

  • Colheita: Vamos investir tempo orando por nossos irmãos de célula, pelos planos e sonhos do Senhor para nós e nossa família.
  • Vamos orar por todas as novas células de nossa comunidade.
  • Como a célula Jovem pode crescer e multiplicar?
  • Quem convidaremos esta semana para célula jovem?

ENTREGA

  • Rezemos pela Comunidade Fidelidade e sua obra.
  • Rezemos pelos novos líderes e auxiliares.
  • Oremos pelas intenções particulares de todos os membros de célula e pelas células do mundo inteiro.

AVISOS

Lembrar a célula da importância de participar das missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês.

Sábado que vem dia 07/11 nos encontramos na Grande Célula de Oração! Vamos levar uma Partilha e muito ânimo!

Convidar jovens para ajudar na limpeza do salão SJPII conforme escala recebida.

Lembre-se de que a célula acontece todos os dias, 24 horas por dia. A reunião da célula que acontece semanalmente é o encontro de relacionamento.

Dia 21 de Novembro Festa da Pizza na Fidelidade, vamos ajudar na divulgação e com convites.         www.comunidadefidelidade.com

Roteiro – Alegrando o Espírito Santo – 02/11 a 08/11

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção! Confira se esta no roteiro da semana correta.  Este roteiro é para semana de  02/11 a 08/11 – Novo formato em livreto para imprimir frente e verso.

=> Download da versão para Impressão ou dispositivos – ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 0211 a 0811

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em http://comunidadefidelidade.com/newsite/?p=28261

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL – 02/11 a 08/11

Tema da Reunião: Alegrando o Espírito Santo

Encontro

  • Fraternidade: Oração pelo alimento e Partilha do Lanche. Diga uma palavra de benção na vida do irmão de célula.
  • Partilhe com os irmãos durante lanche a alegria de ser célula!!!

Exaltação

  • Salmo: Salmo 101, 7 (NTLH) / 102,7 OUTRAS
  • Oração: Deixar colocarem as intenções pessoais e orar. Oremos pelas intenções particulares de todos os membros de célula e pelas células do mundo inteiro.
  • Músicas Sugestão: Espirito Santo, vem controlar todo meu ser, vem dirigir o meu viver…

EDIFICAÇÃO

  • Escritura: Efésios 4, 24-30
  • Frases para decorar: “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção”

Partilha do Líder

O texto traz desafios para a vida do cristão, sendo mais específico traz desafios para os relacionamentos na vida do servo de Deus. O homem que experimenta o novo nascimento em Cristo deve experimentar este estilo de vida. Como anda sua conduta diante dos homens.

APLICAÇÃO PESSOAL

  1. O que o texto quer dizer com uma vida em verdadeira justiça e santidade? Isso tem sido realidade em sua vida?
  2. O que a mentira representa hoje na sociedade em que vivemos? E como você lidou com a mentira em sua história? Partilhe uma mentira que sofreu e uma que pecou.
  3. Você é uma pessoa que tem fé? De que forma você tem edificado a vida das pessoas por meio do falar?
  4. Você acredita que a benção motiva e cura? Você anima as pessoas com benção e palavras de otimismo cristão? A célula tem feito isso em sua vida?

CONCLUSÃO

No dia a dia temos muitas oportunidades de abençoar as pessoas, mas temos muita facilidade para não fazer isso também.

Creio que Deus quer te usar para ser um ministro da reconciliação, alguém que promove o bem-estar de todos por meio da verdade. Antes de acusar devemos nos colocar sempre no lugar do outro, isto é uma ação de misericórdia.

EVANGELISMO

  • Colheita: Para esta semana iremos nos esforçar em NÃO MENTIR em hipótese nenhuma e dizer as pessoas palavras de ÂNIMO e BENÇÃO para motivá-las.
  • Células que ainda não fizeram convites a novos membros, convidar em seu Oikós.

ENTREGA

  • Rezemos pela Comunidade Fidelidade e sua obra.
  • Vamos orar por todas as novas células da Comunidade Fidelidade e todos os líderes e auxiliares.
  • Rezemos pelos pedidos e intenções de nossos irmãos de célula. Oremos por alguma intenção em particular colocada nesta célula.

AVISOS

Lembrar a célula da importância de participar das missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês.

Sábado que vem dia 07/11 nos encontramos na Grande Célula de Oração! Vamos levar uma Partilha e muito ânimo!

Convidar para ajudar na limpeza do salão SJPII conforme escala recebida.

Lembre-se de que a célula acontece todos os dias, 24 horas por dia. A reunião da célula que acontece semanalmente é o encontro de relacionamento.

Dia 21 de Novembro Festa da Pizza na Fidelidade, vamos ajudar na divulgação e com convites.

Mensagem da Supervisão – Ordens de Deus para Célula

Persevere em Cristo

“Nós não somos gente que volta atrás e se perde. Pelo contrário, temos fé e somos salvos” (Hb 10,39).

– Mobilizar todos os membros tornando-os discípulos e missionários de Cristo.

– Ultrapassar os limites do templo, ganhando almas no Oikós de cada membro.

– Levantar líderes em potencial para expandir o Reino de Deus.

– Testemunhar a comunhão fraterna através de sólidos relacionamentos.

– Investir o tempo e os bens materiais visando a multiplicação do corpo de Cristo.

– Permitir que qualquer pessoa encontre na célula uma verdadeira família.

– Levar uma vida de santidade, baseada na oração e na busca da Palavra de Deus.

– Implantar células nos lares de todos os membros da comunidade.

– Crescer tanto em qualidade de vida cristã como em quantidade de membros.

– Alimentar em todos os membros o amor a Cristo e o desejo da eternidade.

CONDIÇÕES PARA INICIAR UMA CÉLULA

– Ter completado o processo de formação da Comunidade Fidelidade;

– Ter pelo menos um auxiliar como parceiro de evangelização;

– Ter um local definido para se reunir;

– Ter um dia e horário definido para se encontrar;

– Estar debaixo do discipulado pessoal de alguém (líder, supervisor);

– Estar praticando a visão (reuniões de célula, assembleias dominicais e módulos de treinamento e formação);

– Orar e jejuar por alvos e fazer uma lista no próprio oikos;

– Construir pontes de amizade no próprio oikos;

– Realizar eventos de colheita e investir nos relacionamentos firmados.

Roteiro – A bíblia e a prática – 26/10 a 01/11

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção! Confira se esta no roteiro da semana correta.  Este roteiro é para semana de 19/10 a 25/10 – Novo formato em livreto para imprimir frente e verso.

=> Download da versão para Impressão ou dispositivos – ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 2610 a 0111

Confira também o livreto de boas vindas à Célula em http://comunidadefidelidade.com/newsite/?p=28261

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL

Tema da Reunião: A bíblia e a prática

Encontro

  • Fraternidade: Oração pelo alimento e Partilha do Lanche. Fazer deste um momento de Entrosamento. Gerar a confiança e mostrar de que somos todos iguais em Diakonia.
  • Partilhe com os irmãos durante lanche a alegria de ser célula!!!

Exaltação

  • Salmo: Salmo 145 NTLH
  • Oração: Deixar colocarem as intenções pessoais e orar. Oremos pelas intenções particulares de todos os membros de célula e pelas células do mundo inteiro.
  • Músicas Sugestão: Onde estiverem 2 ou três

Edificação

  • Escritura: Tiago 1.22-25
  • Frases para decorar: ““Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. ’’

Partilha do Líder

Uma frase para nós refletirmos: “Não me preocupo com a parte da Bíblia que ainda não conheço, mas me preocupa, e muito, a parte que eu conheço e não pratico. ”

Uma das funções da célula é fazer com que pratiquemos efetivamente a palavra.

APLICAÇÃO PESSOAL

  1. O texto de Tiago nos faz refletir em como temos agido no trato (vivência) da Palavra de Deus. Explique com suas palavras como se comporta alguém que é apenas um ouvinte da Palavra.
  2. Tiago compara aquele que não pratica a Palavra como alguém que se olha no espelho e logo depois esquece a sua aparência. O que você entende dessa afirmação?
  3. Vimos que a prática da Palavra proporciona resultados positivos para nossa vida. Indique quais são esses resultados e como isso faz diferença em sua vida.
  4. Compartilhe com os demais um versículo da Palavra de Deus que tem sido importante em sua vida e que influencia e sua maneira de viver.

CONCLUSÃO

Claro que para podermos viver isso tudo e para ter parâmetros de ação, precisamos no mínimo ouvir a palavra de Deus, sempre que possível.

Viver na prática a Palavra de Deus é dar testemunho, evidência da presença de Cristo em nós. Se você ainda não experimentou a presença de Cristo em sua vida, não perca tempo, faça isso agora entregando seu coração a Ele.

Leia a palavra todos os dias. Se tem dificuldades com a leitura, ouça a palavra, peça que alguém a leia ou assista na Tv. O que não podemos e ficar sem se alimentar dela…

Evangelismo

  • Colheita: Nesta semana vamos comparar algumas de nossas ações com a palavra de Deus. Ou tentar realizar alguma de acordo com a palavra.
  • Vamos orar por todas as novas células da Comunidade Fidelidade e todos os Lideres e auxiliares.

Entrega

  • Rezemos pela Comunidade Fidelidade e sua obra.
  • Rezemos pelos pedidos e intenções de nossos irmãos de célula. Oremos por alguma intenção em particular colocada nesta célula.

Avisos

Lembrar a célula da importância de participar das missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês.

Convidar para ajudar na limpeza do salão SJPII conforme escala recebida.

Lembre-se que a célula acontece todos os dias, 24 horas por dia. A reunião da célula que acontece semanalmente é o encontro de relacionamento.

Dia 21 de Novembro Festa da Pizza na Fidelidade, vamos ajudar na divulgação e com convites.

Mensagem da Supervisão – Presença de Cristo

“Então Jesus mandou o povo sentar-se em grupos na grama verde” (Mc 6,39).

Com essas palavras São Marcos destaca a atitude de Jesus diante de uma multidão faminta, motivada, é claro, por Sua grande compaixão para com as ovelhas sem pastor (cf. Mc 6,34). No contexto, os discípulos queriam despedir o povo, enquanto Jesus queria que eles alimentassem a multidão. Um choque de vontades. Mas, e o povo? O povo, sinal de todos nós, continuava passando fome.

Interessante é a questão do comer no texto. Por um lado apresenta Jesus como o Bom Pastor que dá descanso e comida (cf. Sl 23) e faz-nos lembrar a provisão de maná do deserto (cf. Ex 16). Por outro, sobretudo por causa do v. 41 pensamos no pano de fundo eucarístico dessa passagem: “Jesus… olhou para o céu e DEU GRAÇAS a Deus”.

Ora, em Cristo somos chamados a nos assentar no banquete do Reino e aí desfrutar de uma íntima comunhão com Ele. Essa é a mensagem que salta do texto. Ele nos traz descanso e comida, nos provê tudo que necessitamos para bem viver. Porém, o texto faz questão de frisar que esse chamado à comunhão com Cristo se expressa na comunhão com outras pessoas: “Todos se sentaram em grupos…” (Mc 6,40).

Não se trata de uma massa anônima, tampouco de uma relação com Deus individualista. Há um meio termo chamado pequeno grupo, pequena comunidade, célula. Nas reuniões semanais cada membro tem a oportunidade de saciar sua fome mais profunda de comunhão na presença de Deus e companhia de outros irmãos. Aí Deus oferece provisão, descanso em meio à jornada da vida e nos trata com dignidade, pois, “sentados na grama”, percebemos como somos iguais, limitados, dependentes uns dos outros.

Nas reuniões das células comemos não para passar tempo, mas para retomar e vivenciar uma partilha que vai além de sucos e pães, arroz e feijão. Por traz do lanche ou da janta está a comunhão. Na Igreja primitiva era assim (cf. At 2,46-7). Comer é um tema fundamental na Bíblia.

No encontro semanal de sua célula deixe que Cristo o faça sentar, deixe que Cristo, pelas mãos de outros, te alimente, deixe que Cristo faça sobrar pão em sua vida de modo a encher posteriormente o cesto de outros. Esse é grande milagre, a comunhão com Deus, a comunhão com os outros em Jesus.

Sejamos obedientes a palavra de Deus em nossas células. Façamos comunhão.