Todos os post de

WebMaster Comunidade Fidelidade

Roteiro – O propósito da Adoração – De 06/04 a 12/04

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção! Confira se esta no roteiro da semana correta.  Este roteiro é para semana de 30/03 a 05/04, Semana Santa. Este será o novo formato.

=> Versão para Impressão ou dispositivos – ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – 0604 a 1204

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL – 06/04 a 1204

Nome da Célula: _____________________________________________ DATA: ___/___/___

Líderes: __________________________________ Auxiliares: ________________________________

Tema da Reunião: O propósito da adoração

Encontro
  • Fraternidade: Fraternidade: Oração para Partilha do Lanche e Entrosamento. Questionar como foi a semana de todos durante lanche. Chamar cada um pelo nome e dizer o quanto é importante sua presença.
  • Pedidos: Rezarem para Nomear a Célula. (Dia 11 já anunciaremos pelo Nome!)
  • Treino: Explicar os propósitos da Célula rapidamente antes de cada momento para os membros irem identificando.
  • Evento: Lembrar que dia 11/04 será a Grande Célula e todos estão convidados a participar e ouvir os testemunhos das células.
  • Lembrete: Cada casal de Lideres deverá preparar um resumo dos fatos de suas células para partilhar no dia 11/04, algo breve. (Testemunho, graças, motivações, alegrias, etc).
Exaltação
  • Salmo: Salmo 29 (NTLH) / 28 (Outras)
  • Louvor: Eu te Busco.
  • Adoração: 715 – Podes Reinar
Edificação
  • Escritura: Jo 4, 23-24

Partilha do Líder: Nascemos para adorar a Deus

  • O propósito maior das nossas vidas é adorar a Deus (cf. Mc 12, 30). Fomos planejados para agradar a Deus e Ele, que nos pensou e modelou na barriga de nossas mães (cf. Ef 1, 4; Sl 139, 13), teve um enorme prazer com o nosso nascimento, pois sempre quis que estivéssemos ao Seu lado.
  • Se pensarmos bem no que Deus é, chegaremos à conclusão de que Ele não precisa de nós, mas mesmo assim, Ele nos desejou, como um pai que intencionalmente gera um filho para envolvê-lo de ternura (cf. Sl 103, 13).
  • Nascemos para adorar: este é o propósito de nossas vidas e da Igreja. Quando entendemos isto, além de sermos curados do sentimento de insignificância, alegramos a Deus. Em João 4, 23, é dito que o Pai se compraz na adoração de Seus filhos e não de quaisquer pessoas que, movidas por costumes religiosos, se comportam como escravos ajoelhados que queimam incensos e ofertam sacrifícios diante de um altar dedicado a Ele (isto às vezes faz parte do contexto de adoração bíblica, mas não é a essência da adoração). O NT ensinou que a adoração não está presa a lugares sagrados (cf. Jo 4, 20), nem a templos religiosos, pequenos ou grandes, ornados com ouro e prata, madeira ou gesso (cf. At 17, 24).
  • Biblicamente falando, adoração é o ato de agradar a Deus, ou seja, fazê-Lo sentir-se bem, dar-Lhe prazer e gozo. Geralmente fazemos isto a pessoas que amamos; o Salmo 146, 11, diz que agradamos a Deus quando esperamos nEle. Assim, adoração é qualquer atitude amorosa que temos em relação ao Senhor. Adorar, não é essencialmente entoar músicas suaves nas reuniões de célula, nem tem a ver com melodias e estilos, pois, no fundo, Deus gosta de todas as músicas, desde que encontre nelas o nosso coração. A adoração (ou liturgia = serviço público de adoração), se não estiver repleta de intenções de amor, não passa de um rito vazio e estéril, um louvor da boca pra fora (cf. Is 1, 11s; 29, 13).
  • Se existe motivação interior de agradar a Deus, até mesmo com o lanche que servimos na reunião de célula e a oferta em dinheiro que fazemos no grupo Parusia, estamos adorando a Deus (cf. II Cor 9, 11-13).
  • Quando a célula valoriza a adoração, os alvos são atraídos de forma sobrenatural, sem muito esforço de nossa parte. A célula pode ser expert em quebra-gelo, evangelismo, música e ministração da Palavra, mas, se lhe faltar a intensidade de adoração (primeiro na vida dos membros e depois na sua expressão de amor durante as reuniões), jamais cumprirá seu propósito de multiplicação, pois, o sucesso depende da atitude adoradora. Jesus disse: “Quando eu for levantado da terra, atrairei todos a mim” (Jo 12, 32). Quando O levantamos na adoração, Ele nos honra com bênçãos. Quando a célula adora, seus nossos alvos visitam-na e são impactados pela presença divina (cf. I Cor 14, 25-26).
  • Questões
  1. Tiramos alguns minutos para adorar a Deus em meus dias? Como posso melhorar essa relação?
  2. Consigo adorar a Deus nas pequenas coisas, nas ações, nas pessoas, na comunidade?
? Evangelismo
  • Colheita: Falar em voz audível os nomes daqueles que pretendemos convidar um dia para uma célula
Entrega

 

  • Intenções (do mês, de missões, dos membros e da célula)

 

Anotações do Líder

 

Roteiro – A Paixão de Cristo – Semana Santa – De 30/03 a 05/04

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção! Confira se esta no roteiro da semana correta.  Este roteiro é para semana de 30/03 a 05/04, Semana Santa. Este será o novo formato.

=> Versão para Impressão ou dispositivos – ROTEIRO DA REUNIAO DE CELULA SEMANAL – SEMANA SANTA

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL – Semana Santa

Nome da Célula: _____________________________________________ DATA: ___/___/___

Líder: __________________________________ Auxiliar: ________________________________

Tema da Reunião: A PAIXÃO DE CRISTO E A RESSURREIÇÃO – ÁPICE DE NOSSA FÉ

Encontro
  • Fraternidade: Oração para Partilha do Lanche (Lembrem-se que estamos em semana de Jejum). Questionar como foi a semana de todos durante lanche. Chamar cada um pelo nome e dizer o quanto é importante sua presença.
  • Pedidos: Rezarem para Nomear a Célula e participarem de todas as celebrações da Semana Santa no templo.
  • Treino: Explicar os propósitos da Célula rapidamente antes de cada momento para os membros irem identificando.
  • Evento: Lembrar que dia 11/04 será a Grande Célula e todos estão convidados a participar e ouvir os testemunhos das células.
  • Lembrete: Cada casal de Lideres deverá preparar um resumo dos fatos de suas células para partilhar no dia 11/04, algo breve. (Testemunho, graças, motivações, alegrias, etc).
Exaltação https://avigeneric.com/cialis-without-prescription/
  • Salmo: Salmo 31 (NTLH) / 30 outras
  • Cântico Entrega:  
  • Cântico de Adoração:  
N Edificação
  • Escritura: (Hb 4,14-16; 5,7-9)

Partilha do Líder: A Obediência em plenitude

Jesus somente está junto a Deus por ter exercido a solidariedade entre as pessoas que estavam junto a ele na caminhada. Nele podemos manter a fé porque os seus passos são direcionados para aqueles que precisam urgentemente de gestos de solidariedade e de fraternidade. Nele não há insensibilidade à fraqueza. Ao contrário, é a partir da fraqueza que ele se faz forte. O auxílio oportuno somente se manifesta quando temos condições de nos juntar aos pobres e fracos deste mundo.

A obediência encontra em Jesus a plenitude (Hb 5,7-9). Ele mesmo se torna exemplo que deve ser seguido e imitado. Uma obediência que produz frutos não para ele mesmo, mas para todos quantos lhe obedecem. Para esses, ele se torna “fonte de salvação”. Ao ser solidário com a humanidade até a ponto de enfrentar a morte, Jesus pode ser chamado ao mesmo tempo de Filho de Deus e sacerdote de Melquisedeque. Desde que Cristo se assentou no trono de Deus, já não há perigo para os crentes se aproximarem dele (cf. Is 6,1-6; Ex 19,21), visto que se converteu em “trono da graça” (Hb 4,16), pois Cristo se apresenta como nosso irmão, conhece por experiência (Hb 4,15) nossa situação de debilidade e está presente solidariamente para nos socorrer.

Deve-se salientar que o autor de Hebreus, ao falar do sumo sacerdote, abre mão do aspecto de autoridade (Hb 3,1-6) para insistir unicamente no aspecto da solidariedade. Cristo se mostrou solidário à humanidade ao adotar uma atitude de humildade. Hebreus 5 descreve de forma bastante precisa o caminho de humildade e de solidariedade que conduziu Cristo ao sacerdócio. Trata-se de uma evocação impressionante da paixão de Cristo, que nos faz pensar particularmente em sua oração no Getsêmani (Mt 26,36-44). Vemos como Cristo compartilhou até o fim nossa condição humana, com tudo o que ela supõe de miséria e de sofrimento. Diante da angústia de uma morte iminente, ele reza, grita e chora. Ao ser compassivo com os fracos (Hb 5,2), sua situação corresponde àquela que todo sumo sacerdote precisa aceitar para ser capaz de verdadeira compaixão.

  • Questões
  1. Estamos atentos ao que Deus realizou para humanidade em Jesus Cristo?
  2. Compreendemos que a Semana Santa e a páscoa da ressurreição é o ápice de nossa fé ?
  3. Somos obedientes? Em todos os sentidos.
Evangelismo

 

Colheita: Orar por uma pessoa de nosso Oikós (casa/relacionamentos) que pretendemos chamar.

Entrega e Intenções (do mês, de missões, dos membros e da célula)

 

Anotações do Líder

 

Roteiro – O propósito da comunhão – De 23/03 a 29/03

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção! Confira se esta no roteiro da semana correta

Este roteiro é para semana de 23/03 a 29/03. Este será o novo formato.

ROTEIRO DA REUNIÃO DE CÉLULA SEMANAL

Nome da Célula: ___________________________

DATA: ___/___/___

Líderes: __________________________________

Auxiliares: ________________________________

Tema da Reunião: O propósito da comunhão

Encontro
  • Fraternidade: Oração para Partilha do Lanche e Entrosamento. Questionar como foi a semana de todos durante lanche. Chamar cada um pelo nome e dizer o quanto é importante sua presença.
  • Pedidos: Rezarem para Nomear a Célula.
  • Treino: Explicar os propósitos da Célula rapidamente antes de cada momento para os membros irem identificando.
  • Evento: Lembrar que dia 11/04 será a Grande Célula e todos estão convidados a participar e ouvir os testemunhos das células.
  • Lembrete: Cada casal de Lideres deverá preparar um resumo dos fatos de suas células para partilhar no dia 11/04, algo breve. (Testemunho, graças, motivações, alegrias, etc).
Exaltação

Salmo: à escolha

Louvor e Adoração

Sugestão de Musicas: Dois ou Três – Cifra Aqui        /      Eu te Busco… Cifra Aqui  

Edificação – Ensino

 Escritura: At 2, 42-47

Partilha do Líder: Koinonia, o que é isso?

  • A sociedade é marcada por um cruel individualismo, onde cada pessoa é dona de si e não pode expressar suas necessidades. É a época da auto-suficiência (“eu não preciso de ninguém” ou “só preciso de alguns”). Tal atitude é motivada pelo desejo egoísta que o pecado deixou em nós, que nos leva a pensar que não devemos depender de ninguém nem ter responsabilidades por outros. Este é o pecado de Caim (cf. Gn 4, 9).
  • Nos relacionamentos existe a mentalidade do descartável, onde a pessoa não é amada, mas apenas valorizada por um tempo, enquanto tiver utilidade. É um jogo de interesses, onde não se criam vínculos reais, pois tudo é “até que…”, inclusive namoros, casamentos etc.
  • Só que a Igreja foi posta no mundo justamente para profetizar o contrário. Ela deve ser família (cf. Mt 23, 8; Ef 2, 19), onde um dependa do outro, como os órgãos no corpo humano (cf. I Cor 12, 12ss). Os primeiros cristãos praticavam esta comunhão (cf. At 2, 42). Era algo natural no cotidiano deles, pois tinham claro dentro de si que foram chamados para isto.
  • Ninguém ama o que não conhece. Isto é a mais pura verdade. Mas para ‘conhecer’ é preciso dedicar tempo e não se contentar em saber o nome da pessoa ou cumprimentá-la de vez em quando. A comunhão é intencional, deve ser desejada. Comunhão é tomar consciência que preciso mudar meu jeito de ser, sair do isolamento, abrir minha agenda e minha casa para meus amigos e irmãos de comunidade, promover atividades de interação entre nós, visitar com freqüência os outros; é comer juntos, dialogar e estar próximos de verdade como família.
  • Koinonia é partir o pão, ou seja, abrir a vida para estar com o outro; é dedicar um tempo semanal de convivência, partilhar os próprios bens, é socorrer nas necessidades e estar perto nas horas difíceis; é usar o telefone e o e-mail para edificar e também nunca esconder as próprias dificuldades e dores, pedindo ajuda quando preciso…
  • Esta unidade cristã não cai do céu, mas é conquistada quando a gente se reeduca com novos hábitos: não recusar uma conversa, dar atenção enquanto ouve, acolher sempre com sorriso no rosto, perguntar como o outro está e ouvir a resposta com vontade de se envolver e não apenas dizer é “assim mesmo” ou “Deus te abençoe”. A comunhão é chegar ao ponto de ter os mesmos sentimentos e propósitos, o mesmo modo de agir e ser um grupo forte, onde um confia no outro, onde um expressa com prazer para o outro que precisa dele para ser feliz, sendo de Deus.

 Questões para reflexão.

  1. Como está meu relacionamentos com os irmãos? (Família, comunidade, célula, desconhecidos?)
  2. Consigo tratar bem a todos sem fazer distinção ou interesses
Evangelismo

 Colheita: Orar pela multiplicação, pelos que gostaríamos que participassem de nossa célula

Entrega

 Intenções (do mês, de missões, dos membros e da célula)

_________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________

 

Anotações do Líder

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Roteiro – O propósito das provações – 16/03 a 22/03

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Atenção para semana correta – este roteiro é para semana de 16/03 a 22/03.

Tema: O propósito das provações.
Salmo: à escolha
Leitura:
I Pedro 4,12-19


A Sagrada Escritura diz o seguinte: “Caríssimos, não vos perturbeis no fogo da provação, como se vos acontecesse alguma coisa extraordinária”. (versículo 12)

Repare que a provação se destina em pôr à prova: sua qualidade, seu caráter e sua fé. Em outras palavras, “não pense que passar por dificuldades é algo muito importante”. Você está passando por alguma dificuldade? Ao longo da vida nós nos veremos diante de vários testes, e, embora possamos não apreciá-los, Deus os utilizará para nos aperfeiçoar, limpar e nos purificar. Ele está tentando nos moldar e nos transformar na pessoa que Ele quer que sejamos. Se aprendermos a cooperar com Deus e procurarmos rapidamente modificarmos e corrigirmos as áreas que Ele trouxer à luz, então passaremos no teste e seremos promovidos a um novo nível.

Teste da Fé
Parece que Deus está mais interessado em nos mudar, do que em mudar as circunstâncias. Não estou dizendo que Deus não mudará as circunstâncias negativas de nossa vida. Ele certamente pode fazer, e muitas vezes, o faz. No entanto, na maioria das vezes, somos postos à prova nas áreas em que somos mais fracos.
Você, com certeza, já percebeu que se há um problema com a inveja, parece que todo mundo que você encontra têm bens materiais melhores do que os seus. A pessoa que trabalha com você ou um vizinho seu, cujo salário é a metade do seu e aparece dirigindo um carro novo. A inveja vem e fala mais alto? Você vai passar no teste? Vai ficar feliz por eles? Ou vai ficar negativo, amargo e dizer: “Deus, isso não é justo, eu não mereço, pois eu trabalho mais do que eles. Nada de bom me acontece. Vou à Igreja todos os domingos, pago meu dízimo, participo da célula. Por que não posso ter um carro novo”?
A sua fé está sendo posta à prova. “Eu repreendo e castigo aqueles que amo. Reanima, pois, o teu zelo e arrepende-te” (Apocalipse 3,19). Veja a repreensão do Senhor (provação) é porque ele o ama. Deus está trazendo à tona impurezas do seu caráter. Está tentando purificá-lo. Se você aprender a trabalhar com Deus e se livrar da inveja, ficará impressionado com as bênçãos, a graça e o triunfo que entrarão na sua vida.
Deus não mudará as circunstâncias enquanto elas forem úteis para nos modificar, como não vai mudar ninguém com quem estejamos lidando, enquanto não nos modificarmos primeiro. Mas se pararmos de nos queixar de todo mundo a nossa volta (esposo, esposa, filhos, amigos, irmãos de fé e de célula), e, em vez disso, começarmos a nos examinar por dentro e a trabalhar com Deus para modificarmos a nós mesmos, Ele mudará as outras pessoas. Observe seu coração e veja se existem atitudes e motivos que você precisa modificar. Deus o ama demais para permitir que você, ou eu atravessemos a vida na mediocridade. Ele, muitas vezes, permitirá que alguma pressão seja aplicada à sua vida para pô-lo à prova e somente quando passar no teste, você progredirá. Ele colocará pessoas e circunstâncias no seu caminho, mas as usará para suavizar suas arestas. Você pode nem sempre gostar do que acontece; pode querer fugir, até mesmo resistir, mas Deus vai trazer à baila a questão, até você passar no teste.
Leia Deuteronômio 8,1-20 (se for oportuno, leia o texto na célula, com os demais membros).

PERGUNTAS

  1. Existe alguma provação em sua vida? Qual?
  2. Você já percebeu Deus trabalhando em algo na sua vida? No quê?

SUGESTÃO DE MUSICAS

  1. Fico Feliz.
  2. Vem, vem, vem Espirito Santo, transforma minha vida faz-me renascer. 826 Louvemos.

Faz-me Fiel – Partilha do Lançamento do Livro

Por | PARTILHA DO FUNDADOR

Agradecemos a presença de todos. Uma data importante para todos nós. Lançamento do livro Faz-me Fiel,  MULTIPLICAÇÃO das células e Celebração da vida do irmão Marcio Garcia.

A Fidelidade
Fidelidade é um dos atributos de maior conforto e doçura. Porque a fidelidade provém e pertence a Deus; a inconstância caracteriza o homem pecador. Permanecer fiel a Deus é um desafio. Deus é Fiel.

Quem nunca sofreu pelas suas infidelidades e pelos homens infiéis? Quantas vezes fomos infiéis a Deus e ao próximo.

Exemplos;

No mundo econômico quase todas as falhas são resultado de devedores ou empregados infiéis.

No mundo social, a infidelidade conjugal tem se tornado um terrível mal. Aplaudido muitas vezes em mídias diversas. Os sagrados laços do matrimônio são rompidos com a facilidade como a de quem troca de roupas.

No mundo político as promessas de antes das eleições são quebradas com a mesma facilidade com que foram feitas. Não são fiéis a verdade.

Nas negociações os acordos são considerados somente no papel. Até nas internacionais as negociações são quebradas por interesses. Queremos sempre o lucro e sempre ter vantagem em tudo.

E no campo religioso a infidelidade é tão notável que chega a dar vergonha. Pessoas professam a fé, dizem crer na palavra, fazem promessas e da mesma forma as quebram. Alguns pregam a palavra com hipocrisia e ignoram os mandamentos dela que eles mesmos anunciam. Tentam assim justificar suas ações com interpretação infiel da palavra.

3.  Princípio da fidelidade no caráter
Necessitamos de tempos em tempos, fazer uma análise introspectiva. Avaliarmos como está nossa constância e firmeza em Deus. E em alguns capítulos deste livro somos convidados a isso.

Em tempos de grandes mudanças, onde os verdadeiros valores de Deus são confundidos com os valores seculares.

Onde a mentira é mais credibilizada que a verdade; o santo é confundido com o profano. Muitos cristãos que poderiam ser luz para um mundo cheio de trevas, facilmente se deixam levar pelos pecados dos povos, se enveredam para longe de Deus. Precisamos parar e reavaliar nossos valores e caráter cristão, o equilíbrio.

Três pontos a partilhar:

A) A fidelidade é um ato de fé. Heb. 11:6

“Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor.”

Fé para não abandonar aquilo que antes cremos, não mudar nosso apontamento, nossa meta.

B)  A fidelidade é um ato de obediência. Gn. 22:2-3. 1ª Leitura de Domingo.

“Então Deus disse:— Pegue agora Isaque, o seu filho, o seu único filho, a quem você tanto ama, e vá até a terra de Moriá. Ali, na montanha que eu lhe mostrar, queime o seu filho como sacrifício. 3No dia seguinte Abraão se levantou de madrugada, arreou o seu jumento, cortou lenha para o sacrifício e saiu para o lugar que Deus havia indicado. Isaque e dois empregados foram junto com ele.”

Fazer o que o Senhor mandar sem resistências. É primeiro preciso dar um passo, as vezes sem saber o que virá.

C) A fidelidade é um ato de lealdade. 1Sam 18:3-4

“Jônatas e Davi fizeram um juramento de amizade, pois Jônatas tinha grande amor por Davi. 4Ele tirou a capa que estava usando e a deu a Davi. Deu também a sua túnica militar, a espada, o arco e o cinto.” (Amizade é um capitulo do livro)

Uma vez pactuado sua amizade com Deus, não deveríamos quebrar o relacionamento. A Fidelidade não é somente para os momentos de alegria, mas sim nos de densas tribulações, é fácil ser fiel quando tudo vai bem, mas a fidelidade só poderá ser vista e melhor mensurada nos momentos de dor, angustias. Olhem o compromisso matrimonial, na alegria e na tristeza.

Dito isto percebemos que a Fidelidade revela nosso caráter espiritual.

Ser fiel a Deus é mais do que só participar de ações que falam do nome dele, é antes de tudo um princípio que deve nortear nosso caráter. Viver uma vida que agrade a Deus mesmo quando estamos sozinhos.

A firmeza e coerência nas atitudes, a transparência no dia a dia. Isto que o carisma fidelidade pede aos seus filhos, equilibrar também o nosso caráter desfigurado.

Eu iria dizer que ser fiel a Deus dentro da igreja é muito fácil, mais nem isso é mais… Pode até ser coerente dizer que facilita, pois estamos entre irmãos e temos a mesma Fe.

Mas o que prova e provará realmente a nossa fidelidade a Deus é fora destas quatro paredes e mesmo entre elas aguentarmos firmes quando vierem as provações, perseguições, doenças, etc.

Em momentos de provação o Senhor permaneceu fiel e nós também, e a prova disto estão narradas nas linhas deste livro lançado hoje.

Hoje também faremos a primeira multiplicação de nossa célula protótipo que a 7 meses tem experimentado este novo de Deus, sendo fiéis ao que Ele pediu. Serão 4 novas células em 3 bairros somando umas 50 pessoas já confirmadas… Para a glória de Deus.

Por fim. Hoje é o lançamento do Livro Faz-me Fiel, para que eu também continue sendo fiel, pois a graça de escreve-lo me compromete ainda mais com o Senhor para agradece-lo e permitir que Ele use de minha pequenez.

Iniciei os escritos do livro com esta passagem de Mateus. “Disse-lhe seu senhor: – Muito bem, servo bom e fiel; já que foste fiel no pouco, eu te confiarei muito. Vem regozijar-te com teu senhor”.   (Mt 25,21)

Ela tem nos norteado a continuarmos a sermos fiéis. Como partilhamos. A humanidade sofre porque as pessoas têm sido infiéis aos mandamentos de Deus e consequentemente aos irmãos, os cristãos têm sido tímidos para testemunhar. O caos está ocupando espaço das pessoas e da sociedade.

Este livro faz-me fiel traz historias, partilhas e testemunhos de nossa vida comunitária onde o carisma nos ensinou a sermos fiéis até nos momentos mais difíceis de entender. Deus tem procurado homens e mulheres firmes, de convicção, de palavra, de caráter, de fibra, que não retroceda diante das lutas, dos adversários, das tentações.

É um livro simples e humilde, porém, tocante, pois é uma obra devota à vida comunitária.

Não é para um projeto pessoal, mais comunitária e para a gloria de Deus.

Pedirei agora que a Angélica leia a sua apresentação escrita no livro como primeira leitora do livro.

 

Muito Obrigado. Que Deus lhes abençoe. Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo. Para sempre seja louvado!

 

 

Livro Faz-me Fiel – Adquira já o seu!

Por | LIVROS
[layerslider_vc id=”2″ title=”Reflexões e Partilhas – Testemunhos”][dt_gap height=”10″][vc_separator][dt_gap height=”10″]
[dt_gap height=”15″][dt_gap height=”10″][vc_separator]

Adquira já o seu!R$ 23,00

Já incluso frete único para todo país: R$ 3,00

Compre pelo Mercado Pago

[vc_separator][vc_single_image image=”23656″ css_animation=”top-to-bottom” img_link_target=”_blank” img_link=”https://www.mercadopago.com/mlb/checkout/pay?pref_id=122865426-df3021f6-8275-41f8-970c-51e685ee26c2″][dt_gap height=”10″][vc_separator]

Compre pelo PagSeguro

[dt_gap height=”10″]

Pedidos. Fale conosco!

[dt_gap height=”10″][vc_separator][dt_gap height=”10″][contact-form-7 404 "Not Found"][dt_gap height=”40″][vc_separator]

Compre pelo Mercado Livre

[vc_single_image image=”23673″ css_animation=”appear” img_link_target=”_blank” img_link=”http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-631275816-livro-faz-me-fiel-prof-daniel-oliveira-com-fidelidade-_JM” img_size=”300×218″]

Ouse acreditar em coisas melhores – 09/03 a 15/03

Por | ROTEIRO DAS CÉLULAS

Tema: “Ouse acreditar em coisas melhores”
Salmo: 130 (131 NTLH)
Leitura:
Romanos 8,28-31


Você está disposto(a) a acreditar que Deus quer e pode lhe trazer coisas melhores?
Deus não quer que você se arraste pela vida, apenas conseguindo sobreviver, que você tenha de “apertar o cinto” e consiga as coisas com muito esforço, tentando ganhar dinheiro suficiente apenas para pagar a comida, a moradia, o transporte ou que você seja infeliz no casamento. Não é preferência Dele que você viva em perpétuo sofrimento. Infelizmente, muitos pregam um Deus que não traz nenhuma boa nova.
Deus deseja que você tenha um

a vida boa. Deus faz com que todas as coisas atuem em conjunto para o bem daqueles que o amam (conforme versículo 28). Ouse começar acreditar que Ele lhe trará um casamento melhor. Acreditar na abundância, em mais alegria, paz e felicidade. Deus deseja que tenhamos uma vida boa, repleta de amor, alegria, felicidade e realização. Isso não significa que a vida sempre será fácil, sem dificuldades e problemas, mas que poderá sempre ser boa. Jesus disse: “Eu vim para que as ovelhas (nós) tenham vida e para que a tenham em abundância” (Jo 10,10). O que isso pretende dizer senão que Deus quer nossa vida abençoada de coisas boas! Torne-se um verdadeiro crente na Palavra de Deus, sabendo que você se tornará e obterá aquilo em que acreditar.

1) Não desista de acreditar: Deus disse a Abraão: “… eu te abençoarei e exaltarei o teu nome, e tu serás uma fonte de bênçãos” (Gêneses 12,2). Deus está dizendo a mesma coisa para você. Ele deseja abençoá-lo com abundância, para que você possa ser uma bênção para outras pessoas. Talvez você tenha sofrido terríveis desapontamentos, coisas negativas inomináveis podem ter acontecido a ponto de você ter parado de acreditar que coisas boas venham a acontecer na sua vida. Você perdeu seus sonhos, está vagando pela vida, aceitando tudo que vier na sua direção, e, está tentando dizer a si mesmo: “Já vivo assim há muito tempo, nunca vou melhorar. Rezei, acreditei, fiz tudo que sei fazer, nada mudou. Nada funciona. É melhor desistir”.
Muitas pessoas no aconselhamento dizem o seguinte: “Padre, não quero alimentar as esperanças, já sofri muito no passado. Se eu não tiver mais esperanças e nada de bom acontecer, pelo menos não ficarei desapontado”.

2) Não desista de esperar: “A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê” (Hebreus 11,1). Não alimentar esperanças contraria o que Deus deseja para você. Independente de quantos reveses você tenha sofrido, Deus ainda tem um grande plano para sua vida. Você precisa ter mais esperança, se não a tiver, não terá fé. Se não tiver fé, não poderá agradar a Deus e não verá o poder Dele revelado em sua vida. Mantenha acesa a esperança no coração. Nunca desista de seus sonhos.

3) Deus recompensará em dobro pelas suas dificuldades: “Já que tiveram parte dupla de vergonha e tiveram como quinhão opróbrios e escarros, receberão em sua terra parte dupla de herança e a alegria deles será eterna” (Isaías 61,7). Se você mantiver a atitude correta, Deus eliminará todos os seus desapontamentos, sonhos despedaçados, mágoas e sofrimentos. Adicionará todas as dificuldades e tristezas, que lhe tenham sido infligidos, e o recompensará dando-lhe o dobro de paz, alegria, felicidade e sucesso. Tudo isso é certo, se você colocar sua confiança em Deus. Ele lhe recompensará em dobro por suas dificuldades.

PERGUNTAS

  1. Você acredita que Deus quer que você tenha boas coisas? Sim ou não? Por quê?
  2. Você tem algum pequeno testemunho para dar a respeito da ação de Deus na sua vida, dando-lhe a recompensa em dobro?

SUGESTÃO DE MUSICAS

1. Onde estiverem dois ou três.

2. Hoje é tempo de louvar a Deus.