Category

NOTÍCIAS

Pastor protestante, família e seguidores se convertem ao catolicismo

Por | NOTÍCIAS

Eles descobriram o tesouro da Igreja graças à descoberta da verdadeira história do cristianismo primitivo

Um pastor pentecostal, sua família e um grupo de fiéis deixaram a igreja evangélica Assembleia de Deus do Estado norte-americano do Arizona e se converteram ao catolicismo.

Eles agora seguem o rito bizantino como membros de uma das 24 igrejas “sui iuris” que formam a Igreja Católica. Parênteses: muitos católicos de rito latino desconhecem, mas é isso mesmo! A Igreja Católica é formada por 24 igrejas “sui iuris”, conforme explicamos melhor no artigo que você pode ler aqui. Embora sejam autônomas em relação ao rito e à disciplina, todas essas igrejas abraçam os mesmos dogmas de fé da Igreja Católica e obedecem ao Vigário de Cristo, o Papa. Em outras palavras, elas estão em plena comunhão com a Igreja.

Voltando ao caso específico do pastor pentecostal: de acordo com o relato divulgado pelo National Catholic Register, o pastor Joshua Mangels sentiu no coração o desejo de pertencer à Igreja Católica, renunciou ao seu cargo na Assembleia de Deus em setembro de 2016 e entrou no catecumenato em uma paróquia católica bizantina da cidade de Tucson, acompanhado da família e de vários seguidores.

O pastor comentou que, embora o seu ministério na igreja pentecostal o encantasse, em dado momento começou a se sentir “frustrado com os vaivéns da doutrina, as modas e as pressões da comercialização da igreja”.

Ao voltar para casa depois de uma decepcionante conferência de pastores, Joshua começou a escutar um apostolado católico que um amigo tinha indicado. A pregação era sobre os pecados mortais, conta ele, que, embora não soubesse que o orador era católico, ficou impressionado.

“Era como um gole de água fresca. Escutei durante duas horas e meia enquanto voltava para casa. Quando cheguei, a minha esposa me perguntou como tinha sido a conferência e eu respondi: ‘Foi terrível, mas você tem que ouvir isto’”.

Entre as coisas que escutou do pregador católico, havia informações sobre os Padres de Igreja e sobre parte da sua história que Joshua nunca tinha ouvido antes.

Tempos depois, ele começou a prestar atenção em outros pastores da Assembleia de Deus que tinham ingressado na Igreja Católica ao explorarem os ensinamentos cristãos dos primeiros séculos.

“Eu li os Padres da Igreja e foi então que os sacramentos começaram a ter significado para mim. Comecei a ver como a Eucaristia era central para a Igreja primitiva. Se a Eucaristia foi ordenada por Cristo, eu quero receber o Senhor”.

Junto com a esposa Teresa, Joshua começou a ler constantemente sobre o catolicismo, até que o casal se deu conta de que, se seguisse nesse caminho, “era iminente” que perderiam o trabalho e a casa. “Mas acabamos falando noite após noite sobre os Padres, os sacramentos, a Igreja primitiva e tudo mais”, relata ele.

Em julho de 2016, Joshua começou a ensinar à sua congregação sobre a Igreja primitiva, passando por São Policarpo, São Justino Mártir, a Didaqué e outras partes do cristianismo primitivo. Para vários jovens da congregação, essas lições levaram ao discernimento que acabou por uni-los à Igreja Católica. Joshua comenta:

“Eu adorava pastorear, adorava as pregações. Estava pregando em reuniões de campo e avivamento, mas eu era católico de coração”.

Em setembro, ele contou à sua congregação que renunciaria ao cargo de pastor e entraria no catecumenato da Igreja Católica com a sua família.

Joshua Mangels – Twitter

A família Mangels, de fato, tinha decidido se converter ao catolicismo, mas não tinha decidido por onde começar. O organizador de um evento pró-vida do qual participaram sugeriu que eles falassem com o pe. Bob Rankin, pároco da Igreja Católica Bizantina de Santa Melânia. O padre conta:

“Eu tentava ensinar a ele como ser católico, mas o primeiro sacerdote que ele conhecia não pertencia ao rito romano. Então utilizei pacotes de açúcar em cima da mesa para explicar a teologia dogmática e a eclesiologia”.

O pe. Rankin explicou que, apesar das diferenças entre um estilo de culto pentecostal e a Divina Liturgia, “eles chegaram à Igreja correta pelo tipo de espiritualidade que tinham. Eles vêm desse fundo pentecostal e têm a experiência de conversão e de dar a vida a Cristo. Eles queriam uma liturgia demonstrativa e a liturgia oriental é enérgica, de adoração: é um chamado a experimentar a Deus, destinado a romper em lágrimas”.

Teresa Mangels afirma que teve uma experiência semelhante e se sentiu empolgada e feliz porque Cristo lhes “deu o Seu verdadeiro Corpo e Sangue”.

O pe. Rankin complementa o edificante relato publicado pelo National Catholic Register dizendo que os novos catecúmenos trouxeram “admirável zelo apostólico” à Igreja.

Compartilhar boas notícias faz bem para a saúde

Por | NOTÍCIAS

Estudos mostram que pequenas doses diárias de felicidade ajudam a viver mais

Nós sempre desejamos boas notícias porque elas têm disto: produzem alegria, fazem-nos sorrir, dão-nos a sensação de felicidade e paz, que, inclusive, faz bem para nossa saúde.

Em 2011, o estudo “A felicidade e a percepção de saúde”, realizado pela Universidade Complutense de Madri e o Instituto Coca-Cola, concluiu que:

  • Quanto mais satisfeitos estivermos com nossa vida, melhor percepção teremos de nossa saúde;
  • As pessoas menos felizes têm mais problemas de saúde;
  • Diante de um problema de saúde, as pessoas felizes têm tendência a se sentirem melhor;
  • A felicidade pode ser afetada pela enfermidade, mas o otimismo e o apoio social e familiar amortizam a perda da felicidade.

Ou seja, rodear-se de pessoas otimistas e felizes não só nos ajuda a ficar mais saudáveis, como também nos ajuda a superar as dificuldades de saúde. E as pessoas otimistas, geralmente, compartilham notícias boas ou, no mínimo, uma visão diferente das coisas.

Neste sentido, um novo estudo realizado pela Universidade de Gonzaga, em Oregón, Estados Unidos, ouviu 162 casais militares depois do 11 de setembro. A pesquisa demonstrou que compartilhar boas notícias, principalmente com seus pares, diminui a solidão e o déficit de sono depois de uma experiência difícil.

A Universidade Autônoma de Madri também publicou, recentemente, outro estudo que analisa o bem-estar e sua relação com a mortalidade. O ensaio demonstra que pequenas doses diárias de felicidade ajudam a viver mais. Inclusive, de acordo com o estudo, o fato de ter vários momentos de felicidade durante o dia provoca um efeito melhor do que a sensação generalizada de satisfação.

É possível que tudo isso tenha a ver com a oxitocina, o hormônio que facilita o parto e a lactação, também chamada de hormônio do amor ou dos vínculos emocionais, pois ela é liberada com os abraços e beijos. Este hormônio pode ajudar a reduzir o estresse, a pressão arterial e até inflamações intestinais. Há uma grande quantidade de estudos que mostram como a oxitocina ajuda a reduzir a dor ,curar feridas, reduzir a obesidade, superar a depressão pós-parto, incrementar a fertilidade masculina e feminina e estimular a produção do hormônio do crescimento, entre outros exemplos.

Por isso, seguem alguns conselhos:

  • Cerque-se de pessoas otimistas, capazes de dar boas notícias e palavras de ânimo nos momentos difíceis;
  • Dê boas notícias às pessoas que o rodeiam. Isso não só as fará mais felizes, como também vai ajudá-las a ficarem mais saudáveis;
  • Diante de uma situação difícil, seja realista, mas não faça tempestade em copo d´água;
  • Sorria, apesar das tristezas. Sempre há algo pelo qual vale a pena sorrir, mesmo que, às vezes, é preciso fazer um esforço. Sua  saúde agradecerá.

Oratórios: objetos de fé e tradição

Por | NOTÍCIAS

Em Minas Gerais, um museu reúne peças que são verdadeiras relíquias da devoção dos brasileiros

Mais do que uma peça de decoração, o oratório é um objeto que, literalmente, guarda a fé e a devoção das pessoas. São abrigos para imagens de santos, que têm tanta representatividade e simbologia quanto os objetos de devoção.

A origem dos oratórios remonta à Idade Média. Somente os reis tinham estes nichos em suas casas e os adornavam luxuosamente, inclusive com pedras preciosas. Depois, as famílias mais ricas também passaram a contar com altares particulares. O hábito de ter um lugar especial para guardar os santos foi se popularizando e chegou até as colônias portuguesas.

De acordo com os historiadores, em 1.500, a caravela que chegou ao Brasil trazia um oratório com a imagem de Nossa Senhora da Esperança. O hábito de proteger os santos em um local específico se espalhou pelas fazendas, senzalas e residências brasileiras através dos séculos.

Nas mãos de artesãos, os objetos ganharam diversas formas e adereços. Agora,  revelam características próprias de uma cultura ou de determinada época, sempre com seus traços originais de minicapela em estilo barroco.

No Brasil, há um museu que tenta resgatar um pouco da religiosidade e da história impregnadas nestes objetos de fé. É o Museu do Oratório, que fica na cidade mineira de Ouro Preto.

O local foi inaugurado em 1.998 e seu acervo conta com pouco mais de 160 oratórios e 300 imagens dos séculos XVII e XX. Todas as peças são genuinamente brasileiras e contam um pouco da história de Minas Gerais e do Brasil. As peças retratam a religiosidade, os costumes, hábitos e as tradições da sociedade durante o ciclo do ouro e do diamante. Os oratórios históricos resgatam a evolução da arquitetura e da arte brasileiras, com influências africanas e europeias.

São peças de vários formatos e tamanhos, feitas a partir de diversos materiais (sobretudo madeira), que assumem estilos diferentes, influenciados principalmente pelo barroco,  rococó e o neoclassicismo.  Destaque para as miniaturas, que serviam para serem levadas nas viagens.

Visitar este museu é uma verdadeira viagem à religiosidade cristã e à história deste país.

Visitas

O Museu do Oratório fica no Adro da Igreja do Carmo, 28, no Centro de Ouro Preto, MG. As visitas acontecem de quarta à segunda-feira, de 9h30 às 17h30. É preciso pagar ingresso.

IMPLANTAÇÃO DE CÉLULAS CONCLUÍDA EM ALVORADA (RS)

Por | NOTÍCIAS

Nos dias 25 e 26 de Março de 2017 aconteceu na Comunidade Menino Jesus, da Paróquia N. Sra. da Saúde – Alvorada (RS) – a aplicação do IV Módulo do Ano para a Transição – Iniciando as Células, concluindo assim a implantação das Células na Paróquia. O módulo foi ministrado pelo irmão Daniel Oliveira, fundador da Comunidade Fidelidade.

Padre Alexsandro Mello, agradeceu a formação e firmou o compromisso de mais uma multiplicação com os membros das células até o final do ano de 2017. ?Foi motivante para todos e uma alegria ver o povo de alvorada vivendo esta realidade de evangelização.?

Aconteceu em Fevereiro a “Semana de Adoração e Escuta”

Por | GALERIA DE FOTOS, NOTÍCIAS

Aconteceu de 20 a 24 de Fevereiro neste ano de 2017, na casa de missão São Bento a nossa semana de de Adoração e Escuta.

Com o tema: ” Quereis que o Senhor vos dê muitas graças? Visitai-o muitas vezes.”

Cada dia com momentos de adoração e escuta dos planos de Deus para nós da Comunidade Fidelidade e para todas as células.

Que neste ano do resgate o Senhor possa alcançar a todos os alvos.

Confira as fotos:

 

Reconhecimento Diocesano da Comunidade Católica Fidelidade

Por | DESTAQUES, NOTÍCIAS

Compromisso missionário é renovado na missa de reconhecimento da Comunidade Católica Fidelidade.

Na manhã deste sábado, (04/02), foi celebrada na Catedral Nossa Senhora do Carmo, no Centro de Santo André, a Missa em Ação de Graças, presidida por Dom Pedro Carlos Cipollini em reconhecimento dos estatutos canônicos da Comunidade Católica Fidelidade, mantenedora da Casa da Missão São Bento, que tem sua sede na Rua Giuseppe Venturini, 180, no Battistini, em São Bernardo do Campo. Para conhecer a ação e o carisma desta comunidade que existe há dezesseis anos acesse: www.comunidadefidelidade.com

O bispo diocesano assinou o Decreto erigindo a Comunidade Católica Fidelidade no dia 5 de setembro de 2016, confirmando o Sr. Daniel Tadeu de Oliveira para agir na função de Superior. O estatuto da entidade foi entregue à Dom Pedro durante a celebração eucarística.

O Carisma de fundação é “Ser Santo para tornar o mundo mais Santo”, vivendo a Palavra: “Sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito”.

Fonte: http://www.diocesesa.org.br/

Exorcista da vida real comenta impacto do livro e filme “O Exorcista”

Por | NOTÍCIAS

Exorcista da vida real comenta impacto do livro e filme “O Exorcista”, cujo autor faleceu neste mês

Pe. Fortea: “Para realizar os seus planos, Deus pode escolher qualquer pessoa, elevá-la às alturas e devolvê-la ao seu lugar”

Faleceu neste mês, aos 89 anos, o escritor norte-americano William Peter Blatty, autor do livro “O Exorcista“, publicado em 1971. A obra ficou na lista dos mais vendidos do New York Times durante 17 semanas, superando 13 milhões de exemplares só nos Estados Unidos. Blatty foi também o roteirista da adaptação da obra para o cinema: o filme, dirigido por William Friedkin em 1973, lhe rendeu o Oscar de melhor roteiro adaptado (ganhou ainda o de melhor som e foi a única produção de terror em todos os tempos a ser indicada ao Oscar de melhor filme).

A trama se baseia em um caso real, documentado em 1949 na cidade norte-americana de Saint Louis, envolvendo um adolescente de 14 anos identificado pelos pseudônimos “Roland Doe” e “Robbie Mannheim”. O garoto passou a ser possuído pelo demônio depois de brincar com o famigerado tabuleiro da “ouija”. No livro e no filme, porém, quem sofre a possessão é uma menina de 12 anos.

A morte de William Peter Blatty levou o conhecido exorcista espanhol pe. José Antonio Fortea a comentar o impacto do livro e do filme. Confira algumas declarações do sacerdote, veiculadas pela ACI Digital:

Blatty não voltou a escrever nenhuma obra famosa e o diretor do filme, Friedkin, não voltou a dirigir nenhum filme memorável em toda a sua vida. Dá a impressão de que Deus escolheu este escritor e este diretor para um sucesso mundial na década de 1970 a fim de recordar a realidade da existência do demônio e do poder do exorcismo. Sem exagero, podemos afirmar que o que toda uma geração ficou sabendo sobre o exorcismo foi aquilo a que assistiram neste filme. Para realizar os seus planos, Deus pode escolher qualquer pessoa, elevá-la às alturas e devolvê-la ao seu lugar. É interessante o poder de um filme. Milhões de pessoas no mundo inteiro, que não acreditam em milagres, nem em nada extraordinário, ficaram profundamente impressionadas e abertas à possibilidade de que houvesse ‘algo’”.

Fonte: http://pt.aleteia.org/2017/01/26/exorcista-da-vida-real-comenta-impacto-do-livro-e-filme-o-exorcista-cujo-autor-faleceu-neste-mes/

“Rorate Caeli”, o mais sublime canto gregoriano de Natal

Por | NOTÍCIAS

Conheça e ouça o cântico da expectativa pelo Salvador, inspirado por profetas e patriarcas

Estamos no Advento, o tempo litúrgico em que nos preparamos para a vinda do Salvador. A liturgia da Igreja oferece uma vasta gama de recursos para nos ajudar nessa preparação, incluindo, entre eles, o precioso tesouro do canto gregoriano.

O “Rorate Caeli” é considerado uma das mais belas e sublimes composições não só do Advento, mas de todo o repertório litúrgico da história do cristianismo. Seu refrão vem do livro do profeta Isaías (45, 8), em que se suplica: “Que os céus, das alturas, derramem o seu orvalho; que as nuvens façam chover a vitória; abra-se a terra e brote a felicidade e, ao mesmo tempo, ela faça germinar a justiça! Sou eu, o Senhor, a causa de tudo isso”.

Inspirado pelos clamores do Antigo Testamento para que Deus nos resgatasse e nos mandasse o Messias, o “Rorate Caeli” representa magistralmente o espírito de súplica e expectativa do Advento.

Assista neste vídeo a uma interpretação desta obra-prima do canto litúrgico cristão e confira logo abaixo o texto original em latim, acompanhado da tradução em português.

RORATE CAELI

Rorate Caeli desúper et nubes plúant justum
(Derramai, ó céus, o vosso orvalho do alto, e as nuvens chovam o Justo)

Ne irascáris Dómine, ne ultra memíneris iniquitátis
Ecce cívitas Sancti facta est desérta
Sion desérta facta est, Jerúsalem desoláta est.
Domus sanctificatiónis tuae et gloriae tuae
Ubi laudavérunt Te patres nostri.
(Não vos ireis, Senhor, nem vos lembreis da iniquidade.
Eis que a cidade do Santuário ficou deserta:
Sião tornou-se deserta; Jerusalém está desolada.
A casa da vossa santificação e da vossa glória,
Onde os nossos pais vos louvaram)

Rorate Caeli desúper et nubes plúant justum.
(Derramai, ó céus, o vosso orvalho do alto, e as nuvens chovam o Justo)

Peccávimus et facti sumus tamquam immúndus nos,
Et cecídimus quasi fólium univérsi
Et iniquitátes nostrae quasi ventus abstulérunt nos
Abscondísti fáciem tuam a nobis
Et allisísti nos in mánu iniquitátis nostrae.
(Pecamos e nos tornamos como os imundos,
E caímos, todos, como folhas.
E as nossas iniquidades, como um vento, nos dispersaram.
Escondestes de nós o vosso rosto
E nos esmagastes pela mão das nossas iniquidades)

Rorate Caeli desúper et nubes plúant justum.
(Derramai, ó céus, o vosso orvalho do alto, e as nuvens chovam o Justo)

Víde, Dómine, afflictiónem pópuli tui
Et mitte quem missúrus es
Emítte Agnum dominatórem terrae
De pétra desérti ad montem fíliae Sion
Ut áuferat ipse jugum captivitátis nostrae.
(Olhai, ó Senhor, para a aflição do vosso povo,
E enviai Aquele que estais para enviar!
Enviai o Cordeiro dominador da terra
Da pedra do deserto ao monte da filha de Sião
Para que Ele retire o jugo do nosso cativeiro)

Rorate Caeli desúper et nubes plúant justum.
(Derramai, ó céus, o vosso orvalho do alto, e as nuvens chovam o Justo)

Consolámini, consolámini, pópule meus
Cito véniet salus tua
Quare moeróre consúmeris, quia innovávit te dolor?
Salvábo te, noli timére
Ego énim sum Dóminus Deus túus Sánctus Israël, Redémptor túus.
(Consola-te, consola-te, povo meu,
Em breve há de vir a tua salvação!
Por que te consomes na tristeza, se a dor te renovou?
Eu te salvarei, não tenhas medo!
Porque Eu sou o Senhor, teu Deus,
o Santo de Israel, o teu Redentor)

Rorate Caeli desúper et nubes plúant justum https://herenapotheek.nl/.
(Derramai, ó céus, o vosso orvalho do alto, e as nuvens chovam o Justo)

Pai de Jackson Follmann, sobrevivente: “É um milagre de Deus”!

Por | NOTÍCIAS

“Num acidente de avião, você sabe que a chance de sobrevivência é praticamente zero”

Jackson Follmann, de 24 anos, é um dos sobreviventes do acidente aéreo que matou 76 pessoas nesta madrugada, incluindo a maior parte da delegação da Chapecoense que viajava para a Colômbia. Ele é goleiro reserva da equipe de Santa Catarina.

Seus familiares, no final da manhã de hoje, estavam reunidos na pequena Boa Vista do Buricá, região noroeste do Rio Grande do Sul, para aguardar mais notícias e agradecer a Deus pelo milagre da sua sobrevivência, apesar de muito abatidos pela imensa tragédia que abalou o país e comoveu o planeta.

Num acidente de avião, você sabe que a chance de sobrevivência é praticamente zero. Então, ele estar entre os sobreviventes é um milagre de Deus“, declarou o pai de Jackson, Paulo Follmann. “A gente só está numa agonia para saber o estado de saúde dele, não sabe nada por enquanto. Se sabe que ele está no hospital“.

A mãe, Marisa, complementa:

A gente acordou com uma ligação da noiva dele, [contando] que tinha acontecido esse acidente. Na hora o meu marido entrou em choque, ficou apavorado. Eu também. A gente fica sem chão, mas coração de mãe nunca se engana. Meu coração dizia que Deus estava protegendo ele, que ele estava bem“.

Paulo acrescenta:

Meu filho estava muito feliz na Chapecoense, um clube com que ele se identificou muito; era um clube muito família. Meu filho sempre foi muito família. Nem um dia, desde os 13 anos, deixou de falar com a gente. E dentro da Chapecoense ele estava muito feliz. A previsão era boa pro futuro, então tava feliz mesmo, na cidade se adaptou muito bem, então tava tudo se encaminhando“.

Permaneçamos unidos em oração pelos sobreviventes, pelas suas famílias e amigos e pelo eterno descanso das vítimas fatais deste acidente.

Sínodo Diocesano aberto em 13 de novembro

Por | NOTÍCIAS

As 100 paróquias da Diocese de Santo André se preparam para vivenciar, a partir do próximo dia 13 de novembro, o Sínodo Diocesano, com duração de um ano, e, portanto, só será encerrado em novembro de 2017. Sínodo vem de “synodos”, que quer dizer, caminho feito em conjunto, e que foi traduzida para o latim como “concilium”, ou seja, assembleia.

Dom Pedro Cipollini explica que “A inspiração para a realização do Sínodo Diocesano de Santo André surgiu da identificação da madura caminhada pastoral desenvolvida pela Igreja local. Esta caminhada é identificada pelas Assembleias Diocesanas de Pastoral e pelos Sete Planos Diocesanos de Pastoral”. O bispo diocesano esclarece ainda que “As Visitas Pastorais Missionárias realizadas ao longo de 2016 e a instalação da 100ª Paróquia também fomentaram a busca por um programa de afirmação da fé, conversão e missão”.

O tema geral para a Caminhada Sinodal é “O sonho missionário de chegar a todos”, (cf. Papa Francisco, ‘A Alegria do Evangelho’, nº 31). E os temas específicos serão apresentados ao bispo em encontros que vão acontecer no dia 13 de novembro e no dia 6 de dezembro.

O Site da Diocese vai disponibilizar o material a ser utilizado ao longo dos meses de 2017.

Programação

Dia 13/11 – Domingo – 18h – Celebração de Convocação na Catedral N. S. do Carmo.

Dia 3/12 – Sábado – Abertura e 1ª Sessão Sinodal (Apresentação da Pesquisa).

1º Trimestre de 2017 – Encontros com o Guia 1 (Paróquias – CPPs – Relatório Paroquial) e Sessão Sinodal Geral – Análise Sócio-Eclesiológica.

2º Trimestre de 2017 – Encontros com o Guia 2 (Paróquias e Regiões Pastorais – Relatórios Regionais – Proposta) e Sessão Sinodal Geral – Análise Teológico-Pastoral.

3º Trimestre de 2017 – Sessões Sinodais Específicas (com as Áreas Pastorais, Movimentos e Associações Diocesanas) e Produção do Instrumento Laboris.

15/11/2017 – Externato Santo Antonio – Assembleia Sinodal.

APLICAÇÃO DA JORNADA EM CABREÚVA – SP – DIOCESE DE JUNDIAÍ

Por | GALERIA DE FOTOS, NOTÍCIAS

?Aconteceu no dia 05 de novembro de 2016 a jornada Católicos em Células na Comunidade Barnabé em Cabreúva – SP. A jornada foi ministrada por Daniel Oliveira da Comunidade Fidelidade e Vanderlei Pinho da Comunidade Coração Chagado.  Um dia de louvor e esclarecimentos e ao final da Jornada a Comunidade Barnabé já decidiu a iniciarem em 2017 os módulos de transição.

Terremoto destrói basílica de São Bento de Norcia (Itália)

Por | NOTÍCIAS

A região foi atingida por vários terremotos desde o final de agosto

Um forte terremoto de 6,5 de magnitude atingiu neste domingo o centro da Itália, provocando novas destruições, incluindo na famosa basílica San Benedetto de Norcia, mas sem causar mortos, segundo a Defesa Civil.

img_20161030_091646“No momento, não temos informações sobre vítimas (mortos). Há feridos e ainda estamos verificando” a situação, declarou a repórteres em Rieti, cidade do centro do país próxima da área do epicentro, Fabrizio Curcio, chefe da Defesa Civil italiana.

“Há dezenas de feridos sem gravidade, com exceção de uma pessoa (…) em uma condição mais grave”, acrescentou Curcio.

Em Norcia, uma pequena cidade localizada perto do epicentro na região da Umbria, poupada dos últimos terremotos, imagens da televisão mostraram os habitantes reunidos em uma praça, enrolados em cobertores.As imagens veiculadas pelos meios de comunicação também testemunharam a destruição de vários prédios, incluindo a Basílica de San Benedetto, construída no século XIV e parcialmente destruída. Segundo a lenda, foi construída sobre o local de nascimento de São Bento, fundador da Ordem Beneditina, nascido em Norcia em 480.A região foi atingida por vários terremotos desde o final de agosto.

O de agosto provocou cerca de 300 mortos, enquanto os dois terremotos de 26 de outubro causaram apenas danos materiais.

“Poucos feridos, leves. Nenhum morto e esta é uma boa notícia”, disse à rádio Sergio Pirozzi, prefeito de Amatrice, a cidade que pagou o preço mais alto durante o terremoto de agosto, com mais de 250 mortos.

Várias pessoas foram extraídas vivas dos escombros, seis em Norcia, três em Tolentino, de acordo com vários meios de comunicação.

“É uma verdadeira tragédia, vivemos o dia mais negro talvez. O dano é incalculável”, declarou à emissora RaiNews 24 Giuseppe Pezzanesi, prefeito de Tolentino.

“Há milhares de pessoas nas ruas, aterrorizadas, chorando”, acrescentou.

O poder do terremoto causou deslizamentos de terra e muitas estradas nesta região da Itália foram cortadas.

Terremoto mais potente desde 1980Segundo a imprensa local, o terremoto registrado nesta manhã é o mais forte a atingir a península desde 1980.

O terremoto de Áquila, que matou mais de 300 pessoas em 2009, teve uma magnitude de 6,3.

Para encontrar um terremoto mais poderoso, é preciso retornar a novembro de 1980, quando um terremoto de 6,9 de magnitude fez cerca de 3.000 mortos.

De acordo com o Instituto americano de geologia (USGS), o terremoto deste domingo ocorreu às 7h40 (04h40 de Brasília) e teve uma magnitude de 6,6.

Este terremoto foi sentido em grande parte da península, incluindo Florença e Nápoles, onde bombeiros e a Defesa Civil receberam muitas chamadas.

Em Roma, as autoridades fecharam o metrô da cidade para realizar verificações e centenas de pessoas saíram às ruas como medida de precaução.

Especialistas também verificaram as principais basílicas romanas, incluindo São Pedro, no Vaticano, que foi aberta aos fiéis para o tradicional Angelus de domingo.

O papa Francisco declarou que reza pelas populações afetadas e vítimas deste terremoto.

O Quirinal, palácio presidencial, suspendeu as visitas públicas.

A Defesa Civil pediu à população para não tomar as estradas que levam para a área afetada “para facilitar a circulação das forças de ordem e emergência”.

(Com AFP)

Diocese aprova a Comunidade Fidelidade

Por | NOTÍCIAS

Levamos a conhecimento de toda a Diocese de Santo André, que no dia 5 de setembro, Dom Pedro Carlos Cipollini assinou o Decreto erigindo a Comunidade Católica Fidelidade, confirmando o Sr. Daniel Tadeu de Oliveira para agir na função de Superior. Para ler o inteiro teor do documentos, acesse o link abaixo.

Decreto de reconhecimento da Comunidade Fidelidade

http://www.diocesesa.org.br/wp-content/uploads/2016/07/Decreto-Comunidade-Cato%CC%81lica-Fidelidade.pdf

Sacerdote denuncia o perigos da religião universal proposta pela ONU

Por | NOTÍCIAS

SÃO PAULO, 05 Nov. 11 / 02:50 pm (ACI).- O sacerdote, jornalista e doutor em Teologia pela Universidade de Navarra (Espanha), monsenhor Juan Claudio Sanahuja, denunciou como a ONU e outras entidades buscam estrategicamente influenciar os países com políticas anti-vida e a proposta de uma religião universal no congresso pró-vida da Human Life International em São Paulo.

Segundo o sacerdote que também é membro da Pontifícia Academia para a Vida, existe uma nova guerra fria – existe um projeto de poder global- evidente em documentos da Organização das Nações Unidas (ONU) e em pronunciamentos e ações de chefes de Estado em todo o mundo.

“Hoje, se fala do politicamente correto, um pensamento único comum às pessoas de muitas nações. Esse projeto é um conjunto de medidas para implementar um conjunto de regras de como pensar, do que falar e fazer”, advertiu o sacerdote.

Falando concretamente sobre o papel da ONU para influenciar com políticas anti-vida as constituições das nações no mundo inteiro, Mons. Sanahuja explicou em diálogo com a ACI Digital, que “a ONU tem há muito tempo um projeto de poder global”.

“Em grande parte esta onda da cultura da morte vem motorizada pelos desejos dos países do norte de ter grandes reservas de matérias primas e minerais nos territórios países do sul que alimente os opulentos padrões de consumo dos países do norte. (…) Na raiz está isto: o desejo egoísta de domínio , simplesmente, para ter nos países do sul um enorme armazém… que cubra os padrões de consumo dos países do norte.

“Por isso o interesse da ONU de controlar a população mundial, impor a anticoncepção, impor o aborto, impor reformas até mesmo nos códigos éticos das religiões”, afirmou.

Seguindo o diálogo com a nossa agência, Mons. Sanahuja falou que a religião universal, “também pode ser conhecida como novo código ético universal” e que esta vem infiltrando-se nas demais religiões.

“Este código vem marcado pelo desejo dos organismos internacionais da ONU, por exemplo, também de alguns países centrais de mudar as convicções religiosas dos povos, para que seu plano de anticoncepção, de aborto, que eles mesmos chamam de re-engenharia social, seja aceito pelos países menos desenvolvidos”, sublinhou.

Este código ético segundo o Monsenhor “impõe valores relativos”. “Como dizia João Paulo II: o relativismo se converte em um totalitarismo, o relativismo unido à democracia se converte em um totalitarismo visível ou encoberto”.

“Pretende-se substituir as verdades imutáveis da lei natural, da religião cristã, ou das que eles chamam de religiões abraâmicas, por valores relativos de modo que tudo o que for afirmado como um valor imutável, como por exemplo o valor de toda vida humana, na condição que for, ou que o matrimônio só ocorre na união entre homem e mulher, tudo o que for afirmado assim, para eles é totalitarismo e altera a paz social”.

“Portanto isso dá pé a esta nova ordem mundial, para perseguir (se considera necessário) a Igreja e a todos os que tenham convicções imutáveis”, acrescentou.

Em seguida, o sacerdote explicou que a nova religião universal é “este novo código ético que querem impor-nos através da re-interpreação dos direitos humanos” e citou, por exemplo, a ideologia de gênero, como uma das novas manifestações deste código que organismos internacionais querem impor.

Como ícone desta religião universal o sacerdote citou a carta da terra, um documento “nasceu da sociedade civil mundial, envolveu em sua elaboração a mais de cem mil pessoas de 46 países, e já foi assumida em 2003 pela UNESCO ‘como instrumento educativo e uma referência ética para o desenvolvimento sustentável’. Participaram ativamente em sua concepção Mikhail Gorbachev, Maurice Strong e Steven Rockfeller, entre outros.

O autor brasileiro e um dos maiores impulsores da teologia marxista da libertação, Leonardo Boff, defendeu a carta da terra em certa ocasião na Assembleia das Nações Unidas afirmando que “a Terra é a Mãe Universal; a Terra mesma está viva (…). Antigamente era a Mãe Fecunda, para isso surgiu a Carta da Terra, que já foi reconhecida pela UNESCO como instrumento educativo. A Carta da Terra apresenta pautas para salvá-la, olhando para com ela com compreensão, e amor”.

 “O necessário é a espiritualidade, e não os credos e as doutrinas”, afirmou também Boff.

Diante disto o sacerdote denunciou a que a estratégia da ONU e dos organismos que a promovem é que esta “nova religião universal, sem dogmas”; se infiltre nas demais religiões.

Diante deste amplo panorama, Mons. Juan Claudio Sanahuja destacou que é preciso resgatar “a familia humana fundada no matrimônio entre um homem e uma mulher, a defesa da vida humana desde sua concepção até o seu fim natural e os direitos dos pais à educação dos filhos”.

Jorge Araújo – Eleito vereador em SBC- 2991 Votos! Obrigado!

Por | NOTÍCIAS

14570392_1289651251058872_5078657780688355421_nRegistramos aqui o nosso agradecimento, o nosso muito obrigado a todos que de forma VOLUNTÁRIA se empenharam para eleger o nosso Irmão e candidato Jorge Araújo a vereador de São Bernardo do Campo.

Tivemos a graça de fazer uma campanha correta e conforme a lei, do principio ao fim, debaixo das bênçãos de Deus.

Por isso podemos dizer que a mudança já começou e de fato podemos afirmar que vale a pena semear a esperança de uma POLÍTICA NOVA! Que Deus abençoe a todos e que possamos manter as nossas orações pois o projeto que nos deu a vitória precisa chegar em muitas famílias e cidadãos de bem!

O Senhor falou e o Senhor honrou os propósitos da esperança. Gloria a Deus.

Marcio Garcia – Comunidade Fidelidade