Category

ENTHOAR

Musicas de Casamento e Agora? Como Escolher?

Por | ENTHOAR, MUSICA, PARTILHA DO FUNDADOR

A Paz de Jesus! Caros irmãos e irmãs em Cristo.

Sabemos que a música é divina e nos acompanha em todos os momentos de nossa vida. Quando estamos felizes cantamos, para celebrar cantamos, para louvar cantamos… E nós, ministros de música, somos responsáveis por fazer desses momentos mais especiais ainda, escolhendo músicas saudáveis para nosso dia a dia e de nossos irmãos, principalmente se for dentro de uma liturgia.

A música litúrgica tem suas regras e tradições, sendo assim, o casamento também, por isso existe a celebração do sacramento do matrimônio com missa e sem missa, e mesmo que este seja sem missa, não deixa de ter uma liturgia, pois há comunhão da palavra e em alguns a Comunhão Eucarística.

Indo direto ao assunto, este artigo trata sobre a escolha de músicas para um casamento, tarefa difícil visto a ausência de letras específicas para este sacramento, porém os compositores atuais nos favorecem. Antigamente era muito difícil ter acesso a novos discos e musicas, principalmente para momentos específicos, agora temos cd´s, internet, etc.  Visto essas dificuldades que existiam, para muitos um fundo musical resolvia, musicas instrumentais, canto coral, um piano ou órgão… O que não deixa de ser usado hoje e não é errado, desde que também se tenha conceitos.

Hoje, os casamentos são cheios de glamour e se preocupam com a perfeição do momento, com a beleza de uma orquestra ou músicos profissionais, com momentos apoteóticos e visuais deslumbrantes, com iluminação e sonorização profissional e infelizmente se preocupam pouco se a musica está de acordo com o rito sacramental.

É nosso dever como ministros de música responsáveis, apoiar o casal a escolher músicas de acordo com o rito sacramental, o casal pode sugerir as músicas, mas não podemos deixar que escolham musicas só pelo fato delas terem sido parte de suas experiências amorosas, ou de um momento especial que tiveram, ou que fez parte de seu primeiro encontro…

As musicas podem até serem instrumentais, digo as puramente instrumentais, que não possuíram letras, desde que tenham seu ritmo de acordo com um casamento… Exemplo, não pode ser rápido demais em alguns momentos e nem lenta demais em outros, tem que ter bom senso e discernimento.  Diga-se de passagem, que já vi grupos “estragando” uma musica instrumental linda, colocando nela uma letra absurda… E outros que tocaram uma música instrumental tão lenta na entrada da noiva que mais parecia um funeral.

Pode-se até tocar uma musica secular instrumental, mas com certos conceitos: se a musica for conhecida vai atrair a atenção de todos, remetendo assim a sua letra, e se a letra não for de princípios religiosos… Da na mesma!

Portanto, mesmo sendo instrumental, a letra de uma musica é tudo. É preciso muita atenção em analisar a letra num todo, ao que e a quem o compositor se referiu, se não possui palavras gírias ou fora de contexto religioso, se possui “princípios” de moral, éticos e principalmente religiosos.

Meus irmãos, se seguirmos estes pequenos conceitos, vamos ver que poucas musicas seculares passam pela peneira.

Enfim, o ideal é escolher musicas religiosas, cantos religiosos, hoje existem muitos compositores cristãos investindo em letras de relacionamento e amor, músicas próprias para o sacramento, que nos elevam ao centro do sacramento que é o amor e a doação recíproca de duas pessoas que Deus uniu. Temos que procurar…

Lembrem-se também da responsabilidade que é participar e tocar em um casamento, além de você ser testemunha presente é também responsável por um momento único e indissolúvel, e mais… Hoje gravado em áudio e vídeo para o casal rever por muitos anos o que foi escolhido, celebrado e tocado… Por isso também devemos nos preocupar com a beleza sim… Em nos preparar para tocar e cantar bem.

Espero ter ajudado nessas poucas palavras sobre a importância de escolher musicas adequadas para um casamento e bem celebrá-lo, tem muito mais para partilharmos sobre este assunto, mais fica para um próximo artigo.

Um abraço e que Deus abençoe a todos em seus ministérios.

Prof. Daniel Oliveira

Com. Fidelidade