cross-1081308_1920A prática cristã ancestral de Oração Centrante tem suas raízes e é alimentada pela oração de escuta da palavra de Deus na Sagrada Escritura, especialmente nos Evangelhos e Salmos, chamada Lectio Divina, ou Leitura Divina. Tire algum tempo diariamente para ouvir a Deus e responder à sua palavra. De preferência um período diário de 30 minutos é desejável. Se não puder, faça 5, 10 minutos, o que lhe for possível. Mas não deixe de ouvir ao Senhor diariamente.

(O Concílio Vaticano II, em seu decreto Dei Verbum 25, ratificou e promoveu com todo o peso de sua autoridade, a restauração da “Lectio Divina”, que teve um período de esquecimento por vários séculos na Igreja. O Concílio exorta igualmente, com ardor e insistência, a todos os fiéis cristãos, especialmente aos religiosos, que, pela frequente leitura das divinas Escrituras, alcancem esse bem supremo: o conhecimento de Jesus Cristo (Fl 3,8). Porquanto “ignorar as Escrituras é ignorar Cristo” (São Jerônimo, Comm. in Is., prol.).)

“Lectio Divina” – (Bíblia Sagrada, – basicamente os Salmos e Evangelhos – é a mais indicada para a Lectio Divina).

1. Tome o Texto Sagrado com reverência e invoque o Espírito Santo. Pode-se escolher as leituras da Missa do dia, se quiser. Nas Livrarias Vozes e Paulinas existem livrinhos com essas leituras. Leia o Texto, de preferência umas três vezes, devagarinho, saboreando cada palavra. Quando se sentir atraído por determinada palavra, pare, não reflita sobre a palavra, mas mantenha uma posição de Escuta….. Atento ao que o Senhor lhe quiser falar.

Não se trata aqui de refletir sobre a Palavra de Deus. Isso poderá ser feito outra hora, com o objetivo de estudá-la, etc…. aqui você se coloca como o Discípulo atento à Palavra do Senhor.

Responda então à essa Palavra com Amor, agradecimento, etc…. O Espírito Santo mesmo lhe guiará nessa oração…. Muitas vezes é aquilo que estamos precisando ouvir mesmo.

2. Por uns 30 minutos pelo menos, escute o Senhor falando com você através do Texto. Responda a essa Fala com amor, no silêncio de seu coração. Quando sentir que não tem mais nada a dizer, fique uns instantes em adoração silenciosa. Termine com um Pai Nosso ou Ave Maria.

Pratique uma vez por dia, se possível. Em breve você verá maravilhas em sua vida!

Ao final, agradeça a Ele pelas luzes e graças recebidas.

“Buscai ao Senhor já que Ele se deixa encontrar;
invocai-o, já que está perto.”(Is. 55,6)

Faze isto e viverás!

Clareando mais um pouco:

Procure na Leitura e você encontrará na Meditação. Bata à porta da Oração e se lhe abrirá na Contemplação.
“Pois crescemos no amor de Deus como crescemos em qualquer relacionamento íntimo de amor…. através de um contínuo conhecer, confiar, desejar, entregando nossas defesas, medos e até ao nosso próprio eu, ao Bem-amado. Este contínuo, corresponde aos níveis mais profundos da oração que se incluem no processo da Lectio com suas quatro fases progressivas originando-se na reflexão sobre a palavra escrita, fluindo para a oração espontânea e finalmente quedando-se frente a uma silenciosa presença de Deus no amor.

A Lectio Divina é um “processo orgânico” que ocorre num período de tempo, tanto no microcosmo de um simples período de oração, quanto no macrocosmo de de uma vida inteira de engajamento com Deus, na oração, vivida num estado de fidelidade a esse amor.
(Thelma Hall, r.c., “Too Deep for Words”) traduzido da lista Lectio Divina, com permissão.)