Quem não se Cansa? Que atire a primeira pedra…

Quem não se Cansa? Não vou negar, também me canso. Também me vejo as voltas com perguntas inquietantes. Para quê tudo isso? Por que suportar tanta perseguição? Preciso mesmo sofrer tais afrontas? Faço tanta coisa e não vejo resposta…

São perguntas que perturbam e nos deixam escravos da lógica humana; uma lógica que exige troca, que só dá se for receber, só ama se for amado, só ajuda se for recompensado. Humanamente é uma lógica justa, mas cansa, nos deixando psicologicamente exaustos.

Por isso vivo em Comunidade, para não viver essa logica puramente humana, mas na fraternidade. E o que me faz continuar é o amor de Jesus, dos irmãos da Comunidade, e na maioria das vezes por sabermos que pessoas dependem de nossa oração. Como uma criança que pede ao pai cansado que brinque com ele, o pai se levanta e satisfaz a criança. Assim somos nós as vezes na caminhada.

No Grupo de Oração Parusia podemos nos encher da graça e perceber tudo isso. O povo as vezes cansado, as vezes a comunidade cansada em seus missionários, mas a graça sempre acontece. Peço a Deus como podemos nos livrar desse sentimento perseguidor. O Cansaço espiritual é um perigo, que pode nos levar a pecar na ociosidade e na frieza. A achar que tudo é “rotina” e sem graça… Você pode estar cansado Espiritualmente.

Nem as mais belas canções e nem as orações mais poderosas poderão nos animar se nós não escolhermos pelo nosso livre arbítrio. Se eu não desejar se encher e participar, nada pode me animar. Se eu não me animar, nada pode me animar… Deus não vai realizar nada em mim se não tiver minha permissão e iniciativa.

Quando achamos que já nada satisfaz, nada é bom, nada esta certo… Fique Alerta!

O que não conseguimos perceber é que ao pensarmos em abandonar nossa comunidade ou a nossa espiritualidade como única solução para resolver o nosso cansaço, na verdade nós mesmos já nos auto-abandonamos.

Abandonamos a fé, a esperança e a confiança de que existe um Deus acima de nós, olhando tudo, agindo, interferindo, cuidando. Abandonamos a verdade sobre as lições que precisam ser aprendidas nos tempos de dor. Abandonamos nossa responsabilidade em agir, reagir, levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Jesus afirma que ao nos relacionarmos com Ele, Ele já não nos chama de servos, mas nos chama de amigos. Ele, Jesus, jamais abandonou um amigo Seu. Mesmo Ele sendo abandonado por seus amigos, por eles suportou o abandono na cruz. E sempre que todos aqueles que abandonaram a Cristo o procuram, Ele de novo não os abandona, e de novo, e de novo, e de novo. Corações angustiados e arrependidos sempre o encontram. Sempre.

Os céus nunca planejaram abandonar, mas salvar! Jesus jamais abandonará sua posição de Senhor e Salvador, assim como jamais abandonará sua decisão de amar e ser a expressão máxima para nos aproximarmos de uma melhor compreensão sobre o amor.

Erga a cabeça, tome fôlego, caminhe um pouco mais, mantenha-se em comunhão, nossa vitória está chegando.

Daniel Oliveira – Fundador da Comunidade Fidelidade