Tag

reconhecimento

Fundador da Comunidade Católica Fidelidade

Por | FUNDADOR

Daniel Tadeu de Oliveira nasceu em 28 de outubro de 1974 em São Bernardo do Campo, SP. É casado desde 1995 com Angélica Alves de Oliveira e têm três filhos; Giulia, Giovanna e Daniel Ângelo.

Formado em música, ciências da computação com ênfase em matemática, Filosofia, Teologia e pós graduando em Ensino Religioso. É Pregador, escritor e um missionário apaixonado pela evangelização.

No ano 2000 iniciou a Comunidade Católica Fidelidade, uma “nova fundação” ou Nova Comunidade, com o carisma de levar as pessoas a santidade de vida pelo equilíbrio espiritual e emocional. Reconciliando o ser humano com sua própria história.

Em 05 de Setembro de 2016 a Comunidade Católica Fidelidade recebeu o reconhecimento Diocesano de seus estatutos como Associação Publica de Fiéis na Diocese de Santo André pelo Bispo Dom Pedro Carlos Cipollini.

Dedica sua vida ao evangelismo e a vida fraterna. É ministro da bênção, do culto e da palavra e está constantemente em missão nos mais diversos locais onde se faz necessário levar a palavra de Deus e o carisma da Fidelidade.

Dia a dia impulsiona os membros e filhos da Comunidade Fidelidade a viverem a fraternidade e o equilíbrio em todos os ambientes onde estão inseridos e também nas casas pelo princípio de células católicas, Células paroquiais de evangelização.

Livros Publicados:

Apostila de Formação
Comunidade Fidelidade
Editora Clube dos Autores – 2013

Orações Diárias
Orações de Fidelidade
Editora Clube dos Autores – 2015

Faz-me Fiel
Testemunhos e partilhas da Vida Comunitária
Editora Book Express – 2015

CONTATOS:

E-mail: daniel@comunidadefidelidade.com / profdanielfidelidade@gmail.com
Fone: 55 11 98489-4844 – WhattsApp / 11 9.4594-3555
Skype: profdanieloliveira
Twiter: @_profdaniel
Facebook: facebook.com/profdanieloliveira
Portal: www.comunidadefidelidade.com

Sistema de Células recebe Reconhecimento Pontifício

Por | CÉLULA - DEFINIÇÕES
Em 29 de maio de 2009, o sistema de Células Paroquiais de Evangelização (CPE), introduzida na Europa em 1985 pelo sacerdote Dom Pigi Perini, da Paróquia de Santo Eustorgio, em Milão, recebeu, em Roma, o Reconhecimento por parte do Conselho Pontifício para os Leigos.
O Bispo Clemens, que presidiu a cerimônia, explica o significado deste ato para a Igreja: “… com o reconhecimento pontifício, a Igreja como que acolhe o carisma, o caminho, o método, o modo de evangelizar. É um momento de reflexão e também de aceitação. Ou seja, a Igreja aceita o sistema de células como um bom caminho, justo, viável e também dá um novo impulso ao movimento, para que se intensifique a sua utilização. “
Segundo Dom Pigi, que é presidente do Organismo Internacional de Serviço das Células Paroquiais, a partir de agora, essa nova estratégia de evangelização será proposta de forma universal para toda a Igreja: “Esta aprovação pelo Conselho Pontifício para os Leigos faz compreender que esse método não é meu, mas pertence à Igreja, e que a Igreja a faz sua e a propõe. Isso abre muitos caminhos, envolvendo  bispos e párocos, e há esperança de que possa trazer muitos frutos. “
Segundo o Pe. Arnaud Adrien, responsável pelo sistema em células na França, o reconhecimento oficial obtido é um convite para se mostrar o dinamismo dessa proposta: ” Este reconhecimento pelo Conselho Pontifício nos envia a todas as nações. Então nós temos que fazer um grande trabalho de divulgação e convidar outras pessoas para conhecer esse método de evangelização, que poderá renovar profundidamente as paróquias”.
Fonte: http://www.h2onews.org/index.php?option=com_content&view=article&id=18857:h2onews&catid=1:eventi&Itemid=55